Uso culinário da batata Beauregard contribui para melhor nutrição das pessoas (Foto: Divulgação)

A Casa do Produtor Rural (CPRural), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – Esalq, doou mais de quinhentos quilos de batata-doce para diversas famílias dos bairros Nova Esperança e Pantanal, do Município de Piracicaba, com o apoio e distribuição feita pelos voluntários da UniSocial.

A cultivar Beauregard é uma batata-doce biofortificada, sua polpa alaranjada possui uma quantidade elevada de betacaroteno. Apresenta ainda, dez vezes mais carotenoides – provitamina A. Essa hortaliça é uma excelente fonte de energia, minerais, fibras e vitaminas. As ramas foram obtidas por meio de uma parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Hortaliças.

O uso culinário pode melhorar a nutrição das pessoas, quando processada pode substituir a tradicional farinha de trigo e assim, aumentar o valor nutricional. Esse alimento pode ser consumido de várias formas como cozido, assado, frito ou até mesmo como doce.

O plantio foi feito com a orientação dos docentes Paulo César Tavares de Melo e Fernando Angelo Piotto, do Departamento de Produção Vegetal da Esalq. Matheus Luis Docema, Engenheiro Agrônomo da CPRural, coordenou o manejo da cultura junto aos alunos, na Fazenda Areão, da universidade.

A Casa do Produtor Rural pesquisa e produz anualmente alimentos que são doados a diversas entidades assistenciais da cidade, através do SolidarESA, projeto técnico-social, que tem a proposta de capacitar o produtor bem como despertar o espírito solidário em todos os envolvidos.

Este ano o cultivo teste do SolidarESA 2021 foi a batata-doce, que apresentou excelentes resultados de qualidade e produtividade agrícola. Diante do atual contexto que vivemos, com a pandemia provocada pela covid-19, essa produção será doada para as regiões mais vulneráveis da cidade, onde o desemprego e a baixa renda refletem diretamente na escassez de alimento.

É exatamente nesses momentos que mais precisamos cultivar a Solidariedade, que traz benfeitorias não somente para aqueles que estão sendo beneficiados pelas nossas ações, mas para todos nós da Casa do Produtor Rural, é um princípio que todos podem colocar em prática, comenta Marcela Matavelli, coordenadora da CPRural.

A extensão universitária tem esse importante papel na viabilização da integração da comunidade com a Universidade. No meio acadêmico, simples ações como a da Casa do Produtor Rural, são transformadoras e promovem o bem comum.

Sobre a Casa do Produtor Rural
Lançada em 03 de junho de 2005, a Casa do Produtor Rural é um centro gratuito de atendimento da Esalq ao produtor rural, que possui ampla atuação no território nacional. Desde a sua fundação, realizou mais de três mil atendimentos técnicos, em diversos estados brasileiros. O projeto faz parte do Serviço de Cultura e Extensão Universitária (SVCEx), e tem o apoio da Diretoria da Esalq, Prefeitura de Piracicaba, IPECEGE e da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz – FEALQ.

Durante a pandemia a CPRural também tem ajudado os produtores rurais a tirarem suas dúvidas relacionadas as mais diversas atividades agrícolas. As mensagens podem ser enviadas ao número de whatsapp (19) 3429-4178 ou pelo e-mail [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

6 − 2 =