Casal é suspeito de roubar taxista

Vítima aceitou uma corrida em um ponto de táxi na Rodoviária (Amanda Vieira/JP)

Um casal é suspeito de assaltar um motorista de táxi de 61 anos na madrugada desta terça-feira (10). A vítima, que tem um ponto de táxi na rodoviária atendeu uma corrida até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Frei Sigrist, na Vila Cristina, mas durante o trajeto, a mulher teria usado uma faca para render o taxista e obrigou-o que seguisse até ao bairro Tatuapé. Eles fugiram a pé levando um cartão bancário no nome da vítima, os documentos pessoais, uma pulseira, o telefone celular e R$ 180 em dinheiro.

Por volta das 2h da madrugada, o casal teria se aproximado do taxista e afirmou que precisa ir até a UPA. Durante o trajeto, a mulher teria ameaçado a vítima e obrigou que alterasse o percurso. Próximo a um supermercado, no bairro Tatuapé, o casal mandou que o taxista estacionasse e passaram a recolher os pertences da vítima. Em seguida fugiram a pé.

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher era negra, baixa, magra, tinha rosto fino, cabelos crespos e usava blusa de frio com capuz. O homem também era negro, baixo, magro, trajava bermuda e blusa de frio com capuz.

O motorista esteve no plantão policial para registrar o boletim de ocorrência sobre o roubo. O caso foi registrado pelo delegado Mário Bortoleto Torina. Em seguida, a vítima foi orientada a comparecer na DIG (Delegacia de Investigações Gerais) para tentar fazer o reconhecimento dos assaltantes, por meio do álbum de fotografias dos investigadores. A apuração será realizada pelos policiais civis do 2º Distrito Policial. Até o fechamento desta edição, a polícia ainda não tinha informações sobre as identidades dos assaltantes. Quem tiver alguma informação sobre a ação criminosa pode fazer denúncia, por meio, do telefone 181, do disque denúncia. A ligação é gratuita. Não é preciso fazer a identificação pessoal.

Cristiani Azanha

[email protected]