Casos de covid-19 continuam a subir em Piracicaba

Foto: Arquivo/JP

Cidade acumula 1.576 mortes desde o início da pandemia do coronavírus

Em três dias a Secretaria da Saúde de Piracicaba registrou as mortes de três homens de 77, 81 e 87 anos e de uma mulher de 74 anos por covid-19. Com os registros, o número de óbitos pela doença na cidade subiu para 1.576. No mesmo período – de quarta-feira (22) a sexta-feira (24) – foram confirmados 363 casos da doença.

Nesta sexta-feira (24), os leitos destinados a pacientes infectados pelo novo coronavírus apresentaram aumento. Segundo a pasta, a UTI-SUS (Unidade de Terapia Intensiva do Sistema Único de Saúde) ficou ocupada em 50% da capacidade, já no setor privado o percentual ficou em 19%. A enfermaria da rede pública teve 40% dos leitos ocupados, enquanto na rede privada a ocupação ficou em 46%. Os dados de ocupação, são relativos às últimas 24 horas.

Muitos não agendaram a 3ª e 4ª doses da vacina contra a covid-19. Estar em atraso para tomar a segunda dose significa ter tomado a primeira da CoronaVac/Butantan há mais de 28 dias; da AstraZeneca há mais de oito semanas; da Pfizer (adultos com 18 anos ou mais) há mais de 21 dias; da Pfizer (adolescentes de 12 a 17 anos) há mais de oito semanas; e da Pfizer pediátrica há mais de oito semanas.

Na segunda-feira, (27), às 8h30, serão disponibilizadas novas vagas para agendamento da vacina da terceira dose para adolescentes (de 12 a 17 anos) que tomaram a segunda dose há, pelo menos, quatro meses, a terceira dose a adolescentes (12 a 17 anos) com alto grau de imunossupressão que tomaram a segunda há, pelo menos, oito semanas, a terceira dose para pessoas com 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão que tomaram a segunda dose há, pelo menos, 28 dias; quarta dose para pessoas com 40 anos ou mais que tomaram a 3ª dose há, pelo menos, quatro meses; 4ª dose para pessoas com 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão que tomaram a terceira dose há, pelo menos, quatro meses; quinta dose para pessoas com 50 anos ou mais com alto grau de imunossupressão que tomaram a quarta há, pelo menos, quatro meses.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 + dezesseis =