CBV encerra final da Superliga B masculina

CBV encerra final da Superliga B masculina
Fonte: Agência Brasil

Após definir o final da Superliga B feminina, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) se reuniu virtualmente com os clubes da masculina e, na tarde desta quarta (18), ficou decidido pelo fim da edição 2020 do campeonato em virtude do risco gerado pelo coronavírus (covid-19).



Dos oito times, cinco votaram a favor do fim do campeonato, e três foram contrários. Dessa forma, não haverá mais partida alguma. E a classificação final respeitará a do final da primeira fase: Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Uberlândia/Start Química/Gabarito (MG), Anápolis Vôlei (GO), Brasília Vôlei/Upis (DF), JF Vôlei (MG), Apav Vôlei (RS), Lavras Vôlei (MG) e São José Vôlei (SP). Os dois primeiros, Vedacit Vôlei Guarulhos e Uberlândia /Start Química/Gabarito (MG), estão classificados para a competição principal da Superliga Masculina da próxima temporada.

As reuniões virtuais, realizadas por videoconferência com os clubes da Superliga Banco do Brasil, serão realizados na próxima quinta (19) com as equipes do feminino pela manhã e do masculino na parte da tarde.

A CBV, que conta, entre outras, com um comitê de crise composto por área técnica, médica e jurídica apresentou a proposta pela conclusão do campeonato, já que a preocupação da entidade com a saúde está acima de qualquer outra questão. Após a decisão, então, a entidade recomendou que todos os clubes liberem seus atletas de treinamento e que os mesmos permaneçam em casa, seguindo as recomendações das autoridades da saúde.

“Passamos por esta mesma situação mais cedo, com o fim da Superliga B feminina, e agora com a masculina. Estamos tristes pela situação, por ter que finalizar a competição desta forma, sem a oportunidade de ver a final após uma temporada tão equilibrada. Estamos privados de ver o que aconteceria no playoff, com uma disputa bonita e decidida na quadra, mas foi preciso ser decidido na mesa. É para o bem de todos”, declarou o superintendente de competições quadra da CBV, Renato D´Avila.

CBV encerra final da Superliga B masculina