Nas vésperas de completar 80 anos, jornalista Cecílio Elias, lança novo livro

Cecílio Elias Netto presenteia a cidade com novo livro | Foto: Marcelo Fuzeti Elias

A Rua do Porto, o mais emblemático cartão de visitas do município, aquele lugar que o conecta com o mundo, segundo o jornalista e escritor Cecílio Elias Netto, é o “umbigo de Piracicaba”, uma sagaz analogia ao nascimento e à vida da cidade – nasceu naquele entorno e a sua longevidade passa, ainda hoje, essencialmente por ali. Tudo, e com a peculiaridade de uma redação única de Cecílio no ano em que completa 80 anos, o ICEN (Instituto Cecílio Elias Netto) lança esta semana o livro “Rua do Porto – Pia Batismal de um Povo”.

Para Cecílio, “Rua do Porto – Pia Batismal de um Povo” é um livro que congrega fatos históricos com nunces da própria vida, o que torna a obra uma espécie de romance documental.

“Queria, desde a infância, ser escritor. Entre os brasileiros, além dos clássicos, dois escritores alimentavam-me os sonhos: Jorge Amado e Érico Veríssimo. As suas eram histórias apaixonantes, dramas, tragédias acontecidas na terra onde cada qual nascera. A Bahia, a Ilhéus de Jorge Amado, seus personagens absolutamente humanos. A saga gaúcha – admirável, heroica – narrada por Érico Veríssimo. E um projeto meu de vida: ser escritor em e de minha terra”, fala o escritor.

E Cecílio faz questão de apontar o livro como um “canto de amor”, muito mais do que um livro de história, aliás, nos moldes de outros lançamentos recentes do escritor, como “Piracicaba, um rio que passou em minha vida”, “Piracicaba que amamos tanto” e “A Doçura da Terra”. “Sou um velho escrevinhador e contador de histórias, não um historiador. Portanto, não esperem que o livro registre dados oficiais sobre esse bairro adorável”.

Além do mais, Cecílio revela, escrever sobre a Rua do Porto é o que chama de “sonho”. Sempre tive o sonho de escrever o romance da Rua do Porto. Dentro de mim – não sei se por causa de minha história pessoal – o umbigo de Piracicaba está ali, sempre esteve”.

80 anos

Aos 80 anos – dos quais 66 dedicados ao Jornalismo e 55 à Literatura – Cecílio Elias Netto é, hoje, o decano dos jornalistas locais. Jornalista e escritor, ele também é bacharel em Direito – área em que, no entanto, atuou apenas no início de sua vida profissional.

Cecílio tem cerca de 30 livros publicados, entre os mais recentes: “Bom Dia – Crônicas do autoexílio e da prisão”; “Dicionário do Dialeto Caipiracicabano – Arco, Tarco e Verva” (com seis edições revistas e ampliadas); a citada trilogia sobre a cidade (“Piracicaba que amamos tanto”, “Piracicaba, um rio que passou em nossa vida”, “Piracicaba, a doçura da terra”); “Piracicaba, a Florença Brasileira” e “100 anos da imigração japonesa em Piracicaba”.

Distribuição

Diferente dos outros lançamentos do instituto e de publicações de Cecílio, não haverá evento presencial para apresentar à população o “Rua do Porto – Pia Batismal de um Povo”. Segundo Patrícia Fuzeti Elias, vice-presidente do ICEN, o livro fica da partir deste sábado (19). “Por conta da pandemia da covid-19, não faremos lançamento presencial ou mesmo virtual”, ela conta.

“Como acontece tradicionalmente nos lançamentos do ICEN, uma cota de exemplares é destinada à distribuição gratuita à população, e outra para instituições culturais e educacionais locais”, completa Patrícia. Para a população, a retirada é possível a partir deste sábado na Casa do Povoador (avenida Beira Rio, s/n, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h). Demais exemplares estarão em pontos de vendas em livrarias, bancas e na Rua do Porto.

Interessados em comprar o livro de forma online, Patrícia pede que a pessoa entre em contato pelo e-mail [email protected].

A obra, com coordenação editorial da B2 Comunicação, é um projeto viabilizado pelo apoio cultural de: Oji Papéis Especiais, Cosan e Unimed Piracicaba – por meio da “Lei Federal de Incentivo à Cultura”.

Erick Tedesco | [email protected]

Leia mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × 1 =