Celular no trabalho

Falar que as tecnologias já dominam o mercado é algo banal, mais ainda se mencionar que grande parte dos funcionários utilizam as tecnologias como ferramenta, e até mesmo, extensão do corpo humano, para facilitar o trabalho. Se a energia acaba a produção de empresas que trabalham com designer, bancos e comunicação, simplesmente perdem a capacidade de produzirem. Mas até onde as tecnologias ajudam na produtividade e até onde atrapalham?

Segunda a análise da ProdutivoApp, um software de análise de rendimento das atividades exercidas ao longo do dia a dia gastam cerca de 51 minutos diários nas redes sociais, plataformas de streaming e sites de compra durante o período de trabalho. A analise ainda indica que os dias com melhor rendimento no trabalho são segundas e quintas-feiras com uma porcentagem de 89% e 82% de eficiência. Sexta-feira é o dia mais baixo com uma taxa de 72%.



De acordo com a especialista em carreiras, formada pela Georgetown University Institute for Transformational Leadership, Vivian Wolff, a forma que os celulares estão ocupando a atenção dos trabalhadores afeta a produtividade. “As escolhas que você faz sobre como e onde concentra sua atenção te levarão a diferentes caminhos”, comenta a especialista.


É preciso rever os hábitos e policiar o uso do celular (Foto: Divulgação)

Vivian recomenda a ideia de rever os hábitos e policiar o tempo de uso no trabalho. “Construir o hábito de perceber, questionar e mudar seu foco fortalece os músculos que tomam decisões. Gradualmente, você começará a ver quanto de sua atenção está desperdiçando e passará a trabalhar recursos para sair das distrações”.

Apesar do ser humano ser incapaz de se manter focado por um tempo acima de 50 ou 60 minutos, exercitar a mente para conseguir voltar é indispensável para um bom trabalho, por isso deixar o celular no silencioso e distante de sua mesa de trabalho é uma boa dica de exercício.

Ao se tratar de utilizar celulares ou internet como forma de trabalho, uma dica para não cair no ócio é fazer uma lista de horários para cada tarefa do dia, assim o dia de trabalho se torna mais pontual e não causa o esquecimento de tarefas durante o dia. “Lembre-se: o cérebro é uma máquina. Para determinadas atitudes, o controle está com você. Quando conseguir manipular certos mecanismos, seu cérebro irá te redirecionar rapidamente ao mundo real, sem que você nem perceba, já que o hábito se tornará automático”, informa Vivian.

Larissa Anunciato