Cáritas entrega 2 mil cestas básicas às famílias de reeducandos

Voluntários participam da distribuição | Foto: Divulgação

O Centro Social Cáritas iniciou no início de setembro um novo ciclo de entregas de cestas básicas a pessoas em situação de vulnerabilidade. Desta vez, são
duas mil unidades, que serão distribuídas até novembro famílias de reeducandos. Como conta Bruno Campos, secretário do Cáritas, são dois pontos de entrega, na sede, para atender a região da Pauliceia, e outro próximo ao coreto da praça Imaculada Conceição, em frente a Igreja Matriz da Vila
Rezende, para famílias, como se costuma falar em Piracicaba, “do outro lado da ponte”.

As doações acontecem por intermédio de uma verba de R$ 147 mil, conquistada para o Cáritas pelo Instituto Ação pela Paz. “Quem recebe são famílias dos reeducandos que estão no CDP (Centro de Detenção Provisória), na Penitenciária Masculina da cidade e no CR (Centro de Ressocialização) Feminino, cadastrados no setor de serviço social da instituição”, conta Campos.

Anteriormente, o serviço encaminhou, entre maio e agosto, 130 cestas básicas ao CPMA (Centro de Penas e Medidas Alternativas de Piracicaba), por meio de parceria com o Sesi-Piracicaba, que proporcionou a distribuição de refeições diárias, de segunda a sábado. Neste período, pela contabilidade do Cáritas, foram servidas 300 refeições diárias, totalizando 50 mil refeições para a população carente da cidade. Além disso, também foram doados 300 cobertores.

Para fortalecer ainda mais o projeto, a parceria se estendeu para agregar a torcida Esquadrão do XV, Mão Acolhedora, ONG Glitter, Banco de Alimento da Prefeitura de Piracicaba e o Programa Mesa Brasil, do Sesc. Estes receberam cerca de 200 cestas básicas e 200 kits de produtos de limpeza e higiene.

Na noite de quinta-feira (24), a Câmara dos Vereadores de Piracicaba aprovou uma moção de aplausos ao Centro Social Cáritas pela assistência
prestada às famílias em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. “O reconhecimento do Poder Público é importante”.

A confirmação da homenagem coincide com a proximidade do aniversário de 58 anos do serviço, completados na próxima terça-feira (28). “São 58 anos de um trabalho essencial aos reeducandos e familiares”, completa Campos. O Centro fica na rua Nossa Sra. Aparecida, 900, na Pauliceia.

Erick Tedesco

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 − três =