Centro de Especialidades tem fila de pessoas

O JP está nas ruas (pois a imprensa é categorizada como serviço essencial) fazendo o seu papel para levar aos leitores informações e os principais fatos que acontecem diariamente em Piracicaba. Em pleno período de quarentena, de isolamento social, decretado pelos governos estadual e municipal, flagramos aglomerações de pessoas em bancos, lotéricas e até em local, onde deveria ser exemplo de postura: o Centro de Especialidades , localizado atrás do Mercado Municipal, nesta segunda-feira (6).

A fila, repleta de pessoas adultas, não respeitava a distância mínima de 1,5 metro determinada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e Ministério da Saúde e apenas duas mulheres usavam máscaras. No local também não havia nenhuma fiscalização por parte das autoridades municipais.

O desrespeito às regras também foi constatado no Centro da cidade, com estabelecimentos abertos, que não são considerados serviços essenciais à população.

Sem a conscientização, a curva de contaminação ao Covid-19 não vai abaixar e permaneceremos em quarentena por mais tempo. Hoje, o governador João Doria (PSDB) estendeu o isolamento social para até 22 de abril. Na coletiva foi informado que para os próximos seis meses, a estimativa é de 111 mil mortes com as medidas já implementadas no estado, contra 277 mil se não houvesse as restrições. Os dados são do Instituto Butantan e governo estadual. Até este domingo (05), São Paulo registrava 275 mortes por coronavírus e 4.620 casos confirmados da doença.

E você, leitor, também tem presenciado essas irregularidades no seu bairro? Registre e mande para gente informando o local do flagra! #FiqueEmCasa

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro × 2 =