Cerca de 400 manifestantes tentam fechar rodovia Herminio Petrin em ato contra pedágio na SP-308

Ato ocorreu das 7h30 às 10h deste sábado. (Divulgação)

Cerca de 400 manifestantes de Santana e Santa Olímpia tentaram fechar o quilômetro 180 a rodovia SP-308 (Hermínio Petrin), que liga Piracicaba a Charqueada, nesta manhã em ato contra a instalação de pedágio.

De acordo com diretor de turismo da Associação de Santa Olímpia, Waldemar Correa, o policiamento impediu que a via fosse fechada pelos manifestantes. O 10o Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia) afirma ter sido por questão de segurança dos manifestantes.

População é contra instalação de pedágio no quilômetro 180 da SP-308, que liga Piracicaba a Charqueada. (Divulgação)

“É uma manifestação pacífica, tranquila, mas está tendo esse impasse”, conta Correa. “Nossa reivindicação é muito simples, na audiência pública em Rio Claro, o projeto inicial era [do pedágio] no Km 182,5, depois eles mudaram para o Km 180, falando de critério técnico. […] Impedindo que a gente tenha acesso a Piracicaba sem pagar pedágio. Mas a única coisa é que aqui é mais reto e lá tem uma curva”, comenta.

A manifestação foi comunicada a órgãos como a Polícia Militar Rodoviária, Guarda Civil, Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte) e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), que compareceram ao local.

O setor de comunicação social do 10o Baep informou que prestou apoio ao 10o BPMI (Batalhão de Polícia Militar do Interior) e ao policiamento rodoviário e visou a segurança dos manifestantes.

“O policiamento rodoviário não deixou que os manifestantes acessassem a rodovia estadual porque tem intenso fluxo de veículos em geral e a maioria dos manifestantes são mulheres e muitas crianças e até para preservar a segurança deles. O Baep ficou à distância para garantir que fosse tudo tranquilo e foi”, informou o batalhão.

 

O deputado estadual Roberto Morais esteve presente na manifestação para apoiar a população. “Fui lá para dar apoio pra a mudança da praça. Se continuar como está, o trânsito será todo desfiado para o bairro de Santa e vai acabar com o bairro, se o pessoal entrar por dentro o asfalta do bairro não é igual o da rodovia, vai arrebentar todo o asfalto da comunidade”, comenta.

 

Andressa Mota

[email protected]

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

doze − seis =