Cidade registra uma morte e 323 casos confirmados de covid-19

Estado tem aumento de 42% no número de casos e de 39% de óbitos pela doença nos 21 dias de janeiro | Foto: Amanda Vieira/JP

Em um dia histórico da chegada da vacina contra a covid-19 na cidade, nesta quinta-feira (21), Piracicaba continua a registrar mais de 300 novos casos da doença confirmados nas últimas 24 horas. Segundo a SMS (Secretaria Municipal da Saúde), foram mais 323 novos casos e um óbito, de uma idosa de 89 anos. Os novos positivados são 162 homens, com idades entre 2 a 93 anos; e 161 mulheres, com idades entre 5 a 89 anos.


Com as confirmações, a cidade sobe o número de óbitos pela covid-19 para 447 e os casos confirmados para 28.057. Em entrevista coletiva após as primeiras vacinações na cidade, o secretário da saúde, Filemon Silvano, caracterizou como “preocupante” o aumento de casos que Piracicaba enfrenta. “Nós estamos em um período bem preocupante, porque está aumentando devido às festas de fim de ano e está aí o impacto do relaxamento da população em relação às festas, do isolamento que a gente fala”, comenta.

LEIA MAIS:


A nova onda de casos de covid-19 toma conta do país. No Estado de São Paulo, nos 21 primeiros dias de janeiro houve aumento de 42% no número de casos e de 39% de óbitos pela doença, se comparado com o mesmo período de dezembro. Em toda a pandemia, já ocorreram 1.670.754 casos e 50.938 vítimas fatais no Estado. Desse total, somente em janeiro foram confirmados 208.457 casos novos e 4221 mortes. Já em dezembro, entre os dias 1º e 21, foram registrados 146.390 casos e 3041 óbitos.


Devido ao aumento de casos e consequente ocupação nos leitos de UTI, o Estado adiantou para esta sexta-feira (22) a atualização das regiões no Plano São Paulo. Segundo o governo, a taxa de ocupação de UTI em todo Estado é de 70,8%. Até esta quinta-feira, eram 13.711 pacientes internados, sendo 7.658 em enfermaria e 6.053 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 12h.


Questionada se a região de Piracicaba vai regredir para a fase vermelha do Plano São Paulo, a assessoria do governo do Estado informou que a decisão será tomada na manhã desta sexta-feira após análise dos dados coletados até ontem. “A reclassificação só será definida ao longo da manhã desta sexta. Os cientistas e médicos do Centro de Contingência precisam dos dados epidemiológicos e hospitalares desta quinta para consolidar as médias móveis em relação ao período anterior”, afirmou em nota.

DISTRIBUIÇÃO VACINAS
O Governo do Estado anunciou que finaliza nesta sexta-feira (22) a distribuição da vacina CoronaVac – produzida pela parceria entre o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac. No decorrer desta semana as cidades receberam os quantitativos iniciais dos lotes da vacina. A quantidade foi baseada no PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

Andressa Mota
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

catorze − 1 =