Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear

Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear
Fonte: Agência Brasil

Especialidade médica inovadora, a medicina nuclear utiliza a tecnologia como recurso para suas aplicações. O assunto é examinado na edição inédita do Ciência é Tudo, programa que a TV Brasil exibe neste sábado (14), às 9h.

A produção também destaca uma pesquisa que pode ajudar no tratamento da doença de Parkinson. Outra pauta indica as ações transformadoras voltadas ao uso dos veículos elétricos no país. O Ciência é Tudo ainda revela a dinâmica dos pesquisadores brasileiros na Antártica.

Radiofármacos

A primeira matéria aborda a medicina nuclear, explica o emprego dessa prática em prol dos pacientes e indica como o Brasil está posicionado neste setor. Entre outras informações, a atração mostra que o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) produz 85% dos radiofármacos consumidos no país.

A medicina nuclear utiliza quantidades reduzidas de certas substâncias radioativas, por intermédio dos chamados radiofármacos, para pesquisa, exames diagnósticos e tratamentos terapêuticos, além de auxiliar em algumas cirurgias.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN), em território nacional existem 436 serviços relacionados à área e são realizados cerca de dois milhões de procedimentos com radiofármacos. As substâncias do composto servem para tratar doenças como o câncer.

Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear
Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear

Divulgação/TV Brasil

Recentemente foi inaugurado no IPEN um laboratório com equipamento denominado Snom – do inglês scanning near field optical microscopy. Esse microscópio óptico subnano a laser tem resolução que permite um alto nível de caracterização dos materiais analisados. Apenas outras duas instituições no mundo possuem um equipamento deste tipo.

Doença de Parkinson

A segunda reportagem desta edição do programa mostra um estudo realizado por cientistas da Universidade de São Paulo (USP), que pode contribuir no tratamento e no combate ao mal de Parkinson e evitar a evolução da doença.

A enfermidade causa a morte ou a degeneração de células do cérebro, diminuindo a produção de dopamina e afetando o sistema nervoso central. Uma substância identificada pelos pesquisadores preveniu 60% da morte de células cerebrais em testes realizados em camundongos.

Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear
Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear

Programa aborda desenvolvimento de veículos elétricos no Brasil (TV Brasil)

O Ciência é Tudo ainda traz as iniciativas inovadoras direcionadas ao desenvolvimento de veículos elétricos no país. Organização social do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) une empresas e startups em projetos inovadores em eletromobilidade.

Apresentada por Waldecir de Oliveira, a produção da TV Brasil ainda conta com uma matéria especial que traça um panorama sobre as atividades desenvolvidas na rotina de trabalho dos pesquisadores brasileiros na Antártica.

Sobre o programa

Desde 2020, o Ciência é Tudo apresenta informações sobre a história da ciência, invenções do ser humano, curiosidades e reflexões sobre o impacto da ciência e da tecnologia no dia a dia das pessoas. Também aborda as novidades sobre investimentos e políticas públicas para fomento científico. O programa é uma parceria da TV Brasil com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Em sua segunda temporada, o programa está mais dinâmico e com novos quadros. Ele segue com a missão de promover divulgação científica e ajudar o telespectador a entender a ciência por trás dos fenômenos cotidianos.

Na primeira temporada, o programa se adaptou às necessidades impostas pela pandemia de covid-19, e abordou diversos temas relacionados ao coronavírus, como as pesquisas para desenvolvimento de vacinas e equipamentos e a busca de tratamento adequado.

A ciência no cotidiano também inspirou episódios sobre biologia, física, química, matemática, engenharia, cinema e astronomia, entre outras áreas. E ainda, uma viagem ao Maranhão mostrou detalhes sobre o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), em operação desde 1989 para lançar foguetes.

Ao vivo e on demand

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica. Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar.

Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo (app) no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTV: tvbrasil.ebc.com.br/webtv.

Serviço

Ciência é Tudo – sábado, dia 14/5, às 9h, na TV Brasil

Facebook – https://www.facebook.com/tvbrasil
Twitter – https://twitter.com/TVBrasil
Instagram – https://www.instagram.com/tvbrasil
YouTube – https://www.youtube.com/tvbrasil
TikTok – https://www.tiktok.com/@tv.brasil

Para saber como sintonizar a TV Brasil em sua cidade, acesse: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar.

Ciência é Tudo, da TV Brasil, explica propósito da medicina nuclear

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × cinco =