Com 73 casos suspeitos de coronavírus, Piracicaba conta com 161 leitos de UPI

Vacinação contra a gripe na cidade atendeu 18 mil idosos piracicabanos (Foto: Amanda Vieira/JP)

A cidade de Piracicaba conta hoje com 161 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e respiradores para atendimento de pacientes com coronavírus. As informações são da Secretaria de Saúde do município. Nesse total estão contabilizados os leitos disponibilizados pelas unidades de saúde públicas e privadas.

Ontem, o prefeito Barjas Negri assinou decreto declarando situação de calamidade pública estabelecendo regime de quarentena em Piracicaba. O documento define outras medidas para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

A situação de calamidade pública segue hoje até 07 de abril de 2020, com possibilidade de prorrogação, se houver necessidade. Os serviços não essenciais serão suspensos e haverá rodízio entre os servidores, com trabalhos realizados em casa ou em regime de teletrabalho.

Durante a situação de calamidade pública, servidores gestantes, lactantes, com idade a partir de 60 anos, expostos a qualquer doença ou outra condição de risco de desenvolvimento de sintomas decorrentes da infecção pelo Covid-19, deverão ser colocados em sistema de trabalho em casa.

Os servidores que estão no grupo de risco deverão comprovar por atestado médico sua condição e requerer o trabalho em casa ao NAA (Núcleo de Apoio Administrativo) de cada secretaria, por via digital.

CASO POSITIVO
A cidade de Águas de São Pedro confirmou ontem o primeiro caso positivo de coronavírus. O secretário de Saúde, João Victor Barboza, postou um vídeo em sua rede social e na página oficial da Secretaria no Facebook informando sobre o diagnóstico e pedindo atenção da população para o isolamento domiciliar.

Segundo ele, o paciente passa bem e segue isolado, sendo acompanhado pela Secretaria de Saúde. Não foi informado sexo e idade do paciente.

LEITOS E MAIS CASOS
Segundo a Secretaria de Saúde do município, a construção da UPA (Unidade Pronto Atendimento) da Vila Cristina vai ser finalizada o mais rápido possível, o que pode garantir à população mais 52 leitos de UTI com respiradores.

A oferta desses equipamentos também pode ganhar um reforço depois que o Governo do Estado sinalizou com a possibilidade de aumentar a oferta de leitos pelo Hospital Regional.

De acordo com o balanço divulgado ontem pela prefeitura, Piracicaba está com 73 casos suspeitos de Covid-19 com 28 exames descartados.

A Secretaria de Saúde do município informou que o tempo de espera para o resultado dos exames é de dez a 12 dias.

O Estado informou que, conforme medida definida pelo Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo e do Centro de Operações de Emergências, de acordo com a atual situação epidemiológica do Estado, os exames laboratoriais visando diagnóstico do vírus SARS-CoV-2 devem ser solicitados somente para pacientes internados graves ou críticos, para unidades sentinelas e profissionais de saúde.

O teste diagnóstico não deve ser realizado em pessoas assintomáticas. A medida visa a otimização e uso racional dos testes, devido à situação pandêmica e a disponibilidade dos insumos em âmbito mundial.

O Instituto Adolfo Lutz está priorizando o processamento das amostras de casos graves e óbitos. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o teste não impacta no tratamento da pessoa, que é feito apenas do ponto de vista clínico, e que o acompanhamento do cenário da Covid-19 também pode ser embasado no critério clínico-epidemiológico, assim como ocorre com outras doenças infecciosas.

Até o final da tarde de ontem, o Estado de São Paulo registrava um total de 30 mortes relacionadas ao coronavírus. Todas ocorreram na cidade de São Paulo.

Segundo a secretaria estadual de Saúde, dos oito novos óbitos confirmados desde anteontem, seis são homens (33, 68, 75, 76, 77, 78 anos) e duas mulheres (80 e 88 anos). O jovem tinha comorbidades, condição que, assim como no caso dos idosos, configura grupo de risco.

Entre o total de mortes registradas até o momento, 27 ocorreram em hospitais privados e três em hospitais do SUS (Sistema Único de Saúde). O Estado também registra 745 casos confirmados.

VACINA INFLUENZA
Piracicaba recebeu 18 mil doses da vacina contra a gripe do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo para iniciar a campanha.

Nesta primeira fase, serão imunizados idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde.

O objetivo do governo municipal é proteger da gripe (influenza) toda a população idosa da cidade, que chega a mais de 65 mil pessoas.

A expectativa do município era que a quantidade recebida fosse suficiente para os primeiros dias da campanha, até que um novo lote chegasse. No entanto, devido à demanda elevada em decorrência da pandemia de coronavírus, as doses foram consumidas ontem, no primeiro dia.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que a população mantenha a calma, pois amanhã deve chegar mais um lote de vacina e o abastecimento se normaliza por mais uma semana.

FAKE E ECONOMIA
Várias notícias falsas e sem apuração têm sido divulgadas nas redes sociais sobre a situação da doença em Piracicaba. Neste final de semana, a informação de que um funcionário da Hyundai havia testado positivo para coronavírus foi uma das fake news mais comentadas.

Ontem, a montadora informou que o funcionário da fábrica em Piracicaba, que estava com suspeita de haver contraído Covid-19, testou negativo e descartou o risco de contaminação das pessoas que tiveram contato com ele na semana passada.

Mesmo assim, segundo a empresa, as instalações da fábrica foram higienizadas e desinfetadas no fim de semana, seguindo os protocolos das autoridades sanitárias.

A Hyundai informou ainda que permanecerá fechada até amanhã para contribuir com as medidas públicas para a restrição da circulação de pessoas devido à pandemia e os funcionários foram orientados a permanecer em casa.  Na Capital, os escritórios da Hyundai já trabalham de maneira remota, com os funcionários em casa.

Após esse período, tanto a fábrica em Piracicaba como os escritórios em São Paulo entrarão em férias coletivas, de 26 de março até 9 de abril.

O Governo Federal publicou ontem a MP (Medida Provisória) 927 que dispõe sobre medidas trabalhistas para o enfrentamento da quarentena para prevenção da pandemia. “São medidas necessárias neste momento, que têm como objetivo mitigar as demissões”, justificou.

Um seguro-desemprego para os trabalhadores com contrato suspenso e uma ajuda de custo aos autônomos sem possibilidades de exercer as atividades são as ações complementares da MP.

BANCOS
O Sindicato dos Bancários de Piracicaba realiza hoje uma assembleia com a categoria para definir ações para enfrentamento da pandemia de coronavírus na cidade.

De acordo com o documento, considerando que a grande maioria das atividades bancárias não é essencial e não tem a necessidade de trabalho presencial na agência bancária, é imprescindível o fechamento do banco, com o funcionamento restrito ao caixa eletrônico, internet, aplicativo e telefone.

Segundo o comunicado, o Estado de São Paulo decretou quarentena para toda população, ‘não restando dúvida que o melhor caminho é o fechamento das agências bancárias’.

Já a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) informou ontem que a
atividade bancária é considerada serviço essencial e por isso não pode ser interrompida. “Os bancos cumprem as normas do Banco Central, que é quem regula o sistema bancário no Brasil, quanto ao funcionamento das agências”, informou a entidade em nota.

S. PEDRO E RODOVIAS
O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) restringiu i acesso à cidade de São Pedro pelas rodovias SP-191, SP-304 e a Estrada Estadual Elísio de Paula. As vias estão parciamente interditadas e amedida tem por objetivo restringir o acesso ao município para evitar a circulação de pessoas e aglomerações por conta do novo coronavírus.

A ação pública foi proposta pela prefeitura e foi acatada pelo Ministério Público. Com a decisão a entrada fica permitida apenas para veículos de emergência e de transporte de atendimento médico, transporte e abastecimento de suprimentos, de prestação de serviços essenciais, motoristas que comprovem residência fixa ou atividade comercial nas cidades de São Pedro, Águas de São Pedro e Santa Maria.

Hoje também começam a funcionar as barreiras sanitárias instaladas em São Pedro com o objetivo de evitar a propagação do coronavírus. Serão quatro pontos: portal principal, na subida para a serra do Itaqueri, portal do bairro Alpes das Águas e Rodoviária.

Equipes formadas por agentes de saúde, Vigilância Epidemiológica, Guarda Civil Municipal, atiradores do Tiro de Guerra e Polícia Militar vão fazer checagens dos sinais de alerta conforme os protocolos do Ministério da Saúde.

Após as checagens, os munícipes serão orientados e caso haja necessidade haverá monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde e Desenvolvimento Social. Não há até o momento nenhum caso confirmado de coronavírus em São Pedro.

A medida tem como principais objetivos proteger a população e reforçar as medidas de prevenção para conter o avanço do coronavírus. O anúncio foi feito em reunião do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus criado pela Prefeitura de São Pedro, grupo que reúne-se diariamente para avaliar as medidas de enfrentamento do Covid-19 adotadas no município.

CAMPI DA UNIMEP
Espaços distintos dos campi Taquaral (Piracicaba) e Santa Bárbara d´Oeste da Universidade Metodista de Piracicaba foram disponibilizados, pela Reitoria da universidade e pela Igreja Metodista às prefeituras de Piracicaba e Santa Bárbara d´Oeste para ações de combate ao Covid-19.

No campus Taquaral, foram disponibilizados ao prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, os espaços e toda a estrutura do Complexo Esportivo, que conta com ginásio, salas, sanitários e grande área de estacionamento.
Já no campus Santa Bárbara d´Oeste, a estrutura colocada à disposição do prefeito de Santa Bárbara, Denis Eduardo Andia, foi o bloco 15, espaço que possui salas e sanitários.

“Entendemos que vivemos tempos de perturbação face ao surgimento do Covid-19, que tem alcançado a população mundial e que se instala em nosso país assim como também em nossas cidades. Esse contexto passa a exigir de nós maior comprometimento e solidariedade social, na preservação da vida e da saúde de nossos concidadãos e concidadãs”, afirmou o reitor da Unimep, Ismael Forte Valentin, em carta direcionada aos prefeitos municipais dos dois municípios.

Beto Silva