Com aprovação do Centro de Contingência da Covid-19, FPF anuncia retorno do Paulistão neste final de semana

Trofeu do Campeonato Paulista

Em comunicado oficial divulgado na tarde de ontem, dia 9, a FPF (Federação Paulista de Futebol) informou o retorno das partidas do Campeonato Paulista da Série A1 após a aprovação do protocolo apresentado pela entidade e encaminhado pelo Ministério Público Estadual ao Centro de Contingência da Covid-19 de São Paulo.

A FPF informou que a retomada das atividades do Paulistão 2021 foi viabilizada após a realização de uma série de reuniões virtuais entre a entidade e o Ministério Público, onde foram definidos ajustes no protocolo de saúde para o retorno da competição neste final de semana.

A informação referente ao retorno das competições do Paulistão A1 já havia sido antecipada pelo governo de São Paulo, João Dória, em entrevista concedida para uma rádio da capital paulista, na manhã desta sexta.

A novidade no protocolo apresentado ao Ministério Público é a realização de testes em todos os atletas antes de cada partida. Os jogos durante a fase emergencial e vermelha devem ser realizados em ambiente controlado, em que todos os atletas, membros das comissões técnicas e equipe de arbitragem deverão estar inseridos em um esquema de “bolha like” (ambiente controlado) para evitar o contato com o meio externo. Todas as pessoas envolvidas nesse ambiente controlado deverão ser submetidas regularmente aos testes de RT-PCR, devendo ser respeitado um intervalo máximo de 3 dias entre os testes.

Na eventualidade de ocorrência de testagem positiva, além da pessoa em questão ser imediatamente afastada do ambiente, ainda deverá ser realizado o rastreamento de contato para identificar outras possíveis contaminações.

Todos os colaboradores terão suas temperaturas aferidas diariamente, além de serem submetidos ao questionário epidemiológico, que será controlado por membros do departamento médico do respectivo clube, ao qual estejam vinculados.

Entre as medidas vigentes do protocolo deverá haver a redução ao máximo no número de colaboradores, além de estimular a concentração daqueles que puderem permanecer no ambiente controlado. Aos colaboradores que não puderem permanecer no ambiente, o acesso será permitido após a realização de testes.

A FPF e os clubes também se comprometeram a incrementar a fiscalização no ambiente da cozinha nas concentrações, treinamento e orientação para realização de uma higienização reforçada nos locais envolvidos, além da disponibilização de reservatórios de álcool em gel em locais estratégicos com higienização prévia e adequada de toda e qualquer embalagem externa à concentração.

Os atletas, comissões técnicas e equipe de arbitragem deverão adentrar o campo de jogo utilizando máscaras faciais, permanecendo com o equipamento durante a execução do hino nacional, podendo descartá-lo para início do aquecimento. Os capitães das equipes participantes e a equipe de arbitragem designada deverão utilizar a máscara até a conclusão do sorteio de bola/campo. O uso de máscara também será obrigatório aos atletas que estiverem no banco de reservas, ao longo de todas as partidas, inclusive o treinador enquanto ele estiver sentado no banco.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × cinco =