Com ‘bate-boca’ entre vereadores, presidente encerra sessão e transmissão

Foto: Alessandro Maschio/JP

Desentendimento ocorreu durante debate sobre requerimento que questiona segurança nas escolas municipais

O presidente da Câmara Municipal de Piracicaba, Gilmar Rotta (cidadania) precisou encerrar a sessão ordinária desta quinta-feira (5) antes do tempo previsto. Um desentendimento entre os vereadores Laércio Trevisan Jr (PL) e Paulo Campos (PSC) causou uma discussão enquanto Trevisan usava a tribuna. O parlamentar falava sobre a necessidade de os vereadores dizerem a verdade e tomar cuidado com ‘fakes news’ (notícias falsas). A fala do vereador se referia ao requerimento apresentado pelo colega de partido, Cássio Luiz Barbosa, o Cássio Fala Pira (PL) sobre segurança em escolas e creches municipais.

De acordo com o requerimento, segundo relato das mães de uma escola do Parque Orlanda, uma mulher entregou balas às crianças que utilizavam o playground, quando uma mãe notou e a questionou, e a mulher deixou o local. Segundo o documento, as balas poderiam conter veneno. O fato, segundo o requerimento, teria sido registrado em um boletim de ocorrência.

“Foi feito um boletim de ocorrência, como vocês podem ver, porque tinha uma senhora, segundo as informações desse boletim, estava dando bala com chumbinho para as crianças. Agora se isso é verdade ou mentira eu não sei”, disse Cássio. A informação foi contestada por Trevisan que, ao ler o documento policial, disse que não constava expressamente a suposta adulteração das balas com chumbinho. “Eu estou lendo o boletim de ocorrência e não existe isso aqui. Tem que se restabelecer a verdade”, disse. Durante a fala de Trevisan, Paulo Campos se dirigiu até ele, teve início uma discussão, e o presidente anunciou o fim da sessão e pediu que a transmissão também fosse encerrada, fazendo um sinal de corte com a mão.

A Câmara informou que todas as proposituras da pauta foram apreciadas e que desconhece qualquer outro desdobramento relacionado ao assunto e que, encerrados os trabalhos, o presidente conversou individualmente com os parlamentares e reforçou a ambos que o Legislativo é um ambiente de pluralidade de ideias e que se deve prezar sempre pela boa convivência, independentemente do posicionamento de cada um. Trevisan disse ontem que ‘discussão é discussão e tudo estava tranquilo’.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

treze − sete =