Combine bebida alcoólica com água

Nutricionista explica como amenizar as consequências nocivas do álcool e dá dicas de saborização. (Foto: Divulgação)

Mesmo que em 2020 as reuniões festivas possam – e devem – sejam menores por conta das restrições impostas pela pandemia da covid-19, as tradicionais confraternizações sempre sugerem brindes, e bebidas alcoólicas geralmente são as protagonistas deste momento. Para se evitar os efeitos colaterais da bebida, principalmente as famigeradas ressacas, a dica da nutricionista Kárita Lima é a ingestão de água entre goles de cerveja, vinho, espumante ou qualquer que seja o drink.

“Além de reduzir a ressaca, a água hidrata e auxilia no processamento da bebida pelo fígado. Com isso, ela diminui os efeitos da intoxicação no organismo causada pelo álcool”, desta a profissional.

A especialista ressalta que o álcool altera a resposta fisiológica bloqueando a produção de vasopressina, hormônio responsável pela conservação de água nos rins. “Isso faz com que a urina fique muito diluída e causa a desidratação, que é a grande responsável pela ressaca e o mal estar”, esclarece Kátia.

Então, para evitar os sintomas desagradáveis causados por sua ingestão em excesso, aponta Kátia, basta ingerir a mesma quantidade de bebida e de água. “Para cada copo de bebida, beba um copo de água. Se possível, dê preferência pelo consumo de água mineral natural, cujos sais minerais como cálcio e magnésio, ajudam a potencializar o efeito hidratante”, indica.

Apesar de parecer uma dica simples, em meio aos brindes, não é todo mundo que vai conseguir se lembrar da recomendação de intercalar bebida e água. Caso a pessoa se esqueça de se hidratar corretamente durante os momentos de confraternização e acordar de ressaca, caprichar na ingestão de água vai ajudar a diminuir os sintomas desagradáveis.

“Dependendo de como foi a ingestão de álcool, é possível que a pessoa apresente uma ressaca com sintomas de desidratação e dor de cabeça. Nesse caso, a dica é consumir bastante água logo após acordar e continuar assim nas próximas horas, a fim de restabelecer o perfil de hidratação corporal o mais breve possível”, aconselha Kátia.

Para quem acha que ingerir água não combina com confraternização, a nutricionista dá algumas dicas de harmonização com outros ingredientes que além de conferir um ar mais festivo à bebida, ainda trazem alguns benefícios ao organismo, inclusive, para potencializar a amenização dos efeitos nocivos do álcool.

Para dar um toque borbulhante que, aliás, combina muito com as festas de fim de ano, é só trocar a água natural por água com gás. A única ressalva, é que não é indicado fazer uso das misturas abaixo com frequência. A ingestão deve ser socialmente, assim como a de bebidas alcoólicas.

Água com limão e mel

Água misturada com limão e mel é um agente de desintoxicação suave, mas poderoso. É um tônico hepático, auxiliando o fígado a melhorar sua função de neutralizar toxinas. Seu efeito diurético ajuda a liberar as toxinas através da urina.

Água com gás e chá de hibisco

O hibisco possui ação antioxidante e diurética, prevenindo o inchaço e colaborando para a eliminação de toxinas do álcool do organismo.

Água aromatizada de manjericão

Além de um sabor leve e refrescante, essa mistura permite usufruir das propriedades anti-inflamatórias do manjericão.

Erick Tedesco
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 − 12 =