Começa a primeira Virada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Começa a primeira Virada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Fonte: Agência Brasil

Começou hoje (8) e segue até domingo (10), na capital paulista, a Virada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O evento ocorre no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, e em outros nove polos espalhados pela cidade. A ideia é ampliar o engajamento da população para os objetivos de desenvolvimento sustentável a partir dos ODS propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU) para 2030. De acordo com a organização do evento, apenas 1% da população brasileira conhece essa agenda global.

Na abertura do evento, na manhã de hoje, o governo paulista entregou o 2º Relatório de Acompanhamento dos ODS do estado e um protocolo de intenções para implementar nos municípios de São Paulo a Agenda 2030, ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas para erradicar a pobreza. Também assinam o documento a Frente Nacional de Prefeitos, a Associação Paulista de Municípios e três universidades paulistas (USP, Unesp e Unicamp).

Desde 2016, o governo estadual alinha os Planos Plurianuais (PPA) aos ODS. Em 2018, foi criada a Comissão Estadual dos ODS, vinculada à Casa Civil. Entre as ações citadas dessa iniciativa, foram destacados o restauro do Museu do Ipiranga; o Novo Rio Pinheiros; o programa Respeito à Vida, do Detran.SP; o Meu Emprego – Trabalho Inclusivo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico; e a campanha Imigrante, São Paulo Te Acolhe, da Secretaria de Justiça e Cidadania.

Programação

Entre os nomes previstos na programação, estão Ban Ki-moon, ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas de 2007 à 2017; o jornalista Caco Barcelos; o médico Drauzio Varella; a secretária de Relações Internacionais de São Paulo, Marta Suplicy; a filósofa e ativista Djamila Ribeiro; o ativista e conferencista cambojano-americano de direitos humanos Loung Ung, e o ex-presidente da Colômbia e vencedor do Nobel da Paz Juan Manuel Santos Calderón.

Também faz parte da Virada ODS, o Green Nation, evento que reúne ações interativas que conectam sustentabilidade, cultura, entretenimento e educação. Serão mais de 30 horas de atividades em 14 experiências interativas, sensoriais e emocionais como games, realidade virtual, além do festival audiovisual com mostra competitiva e mostra internacional de filmes.

A programação é gratuita e aberta ao público. O evento é realizado pelo Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente (Cima) desde 2012.

A virada contará ainda um Hackathon, uma maratona de programadores para elaborar soluções inovadoras, tecnológicas e sustentáveis que contribuam para o cumprimento de metas da Agenda 2030 da ONU. A ação ocorre dentro de seis áreas que compõem os 17 ODS: comunicação; inovação e tecnologia; desenvolvimento econômico; justiça; educação e cultura. Serão escolhidos dois ganhadores que vão receber com apoio e benefícios para amplificar o programa tecnológico nos âmbitos socioambiental e socioeconômico.

O Hackathon acontece no Hub Grenn Sampa, no bairro Pinheiros. Além das atividades no Pavilhão da Bienal, oito centros educacionais unificados (CEU).

Toda a programação pode ser conferida no site da virada.

Começa a primeira Virada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × dois =