Contratos de partilha renderam quase 500 mil barris à União no 3º tri
Fonte: Agência Brasil

A parcela da União nos três contratos de produção de petróleo e gás em regime de partilha chegou a quase 500 mil barris de óleo no terceiro trimestre de 2020, segundo boletim mensal da estatal Pré-Sal Petróleo (PPSA). O montante é parte dos 3 milhões de barris produzidos nos contratos da Área de Desenvolvimento de Mero, Entorno de Sapinhoá e Sudoeste de Tartaruga Verde.

Com a produção do terceiro trimestre, o acumulado do ano nos contratos em regime de partilha soma 2,2 milhões de barris para a União, de um total de 12,3 milhões de barris produzidos.

No caso da produção de petróleo, a média diária dos três contratos em setembro foi de 45 mil barris por dia, sendo 29 mil na Área de Desenvolvimento de Mero, 5 mil no Entorno de Sapinhoá e 11 mil no Sudoeste de Tartaruga Verde. Esses números representam um aumento de 101% em relação agosto, mês em que ocorreram paradas programadas em Mero.

Para o gás natural, houve produção de 184 mil metros cúbicos por dia em setembro, sendo 102 mil metros cúbicos no Entorno de Sapinhoá e 81 mil metros cúbicos no Sudoeste de Tartaruga Verde.

Segundo a PPSA, o gás natural produzido em Mero, com alto teor de CO2, é injetado no reservatório para aumento da produção de petróleo. Até o momento, não há previsão para sua comercialização. 

Contratos de partilha renderam quase 500 mil barris à União no 3º tri

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezesseis + dez =