Copa América é adiada para 2021

Atual campeão, Brasil irá defender o título apenas no ano que vem (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou na manhã da última terça-feira (17), que a Copa América 2020 na Argentina e Colômbia, foi adiada para 2021 em razão da pandemia do Coronavírus (Covid-19). Inicialmente as datas previstas seriam de 12 de junho a 11 de julho de 2020, sendo que agora a competição irá acontecer entre 11 de junho e 10 julho, nos mesmos países previstos.

Mesmo com o adiamento, o formato, sedes, grupos e regulamentos da competição estão mantidos. Atual campeão, o Brasil está no Grupo B (Zona Norte) e irá enfrentar a Venezuela (na cidade de Cali), Peru (reedição da final em Medellín), Catar (Barranquilla), a sede Colômbia (novamente em Barranquilla) e Equador (Bogotá). O Grupo A (Zona Sul) contém Argentina (sede da chave), Austrália, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai. Os quatro primeiros de cada chave avançam nas quartas de final e o mata-mata segue em jogo único até definir o campeão da competição.



EUROCOPA SUSPENSA
Além da Copa América, a Eurocopa (Campeonato Europeu de Futebol) também foi adiado para 2021. A Uefa (União das Associações Europeias de Futebol) decidiu pelo adiamento para abrir espaço em seu calendário para a conclusão das ligas nacionais e das competições internacionais, que estão paralisadas em razão da pandemia do coronavírus.

A competição em 2020 seria a primeira da história sem sede fixa, com 12 cidades ao redor da Europa, entre elas Roma (Itália), Bilbau (Espanha), Munique (Alemanha), Londres e Glasgow (Escócia), cidades que ficam em alguns dos dez países mais afetados pelo coronavírus. As outras sedes são Baku (Azerbaijão), São Petersburgo (Rússia), Bucareste (Romênia), Amsterdam (Holanda), Dublin (Irlanda), Budapeste (Hungria) e Copenhague (Dinamarca).

Mauro Adamoli