Corinthians é o quarto brasileiro a cair na pré-Libertadores

Corinthians voltou a ser eliminado na pré-Libertadores (Foto: Divulgação/Club Guaraní)

A segunda fase preliminar da Copa Libertadores 2020 terminou na noite de ontem (13). O Brasil começou a competição com oito representantes, porém a partir da terceira (e última) fase preliminar, também conhecida como pré-Libertadores, contará com sete times, já que o Corinthians foi eliminado pelo Guaraní, do Paraguai. Foi a segunda vez em que o Timão caiu antes da fase de grupos e a quarta vez em que um brasileiro não chega entre os 32 principais times da competição.

A Pré-Libertadores começou a ser disputado em 2005 e, até a edição de 2016, 12 equipes participavam desta fase, sendo que era apenas uma fase e seis se classificavam para a fase de grupos. Neste período, o Brasil teve 18 representantes, sendo que 17 avançaram para a fase de grupos (94,44% avançaram). O único brasileiro que caiu nesta fase foi justamente o Corinthians, que perdeu para o Tolima, da Colômbia, em 2011, após um empate em 0 a 0 e uma derrota por 2 a 0. O revés marcou a espedida de Ronaldo Fenômeno do futebol profissional.

Em 2017, a Conmebol mudou drasticamente o formato da fase preliminar, expandido o número de participantes de 12 para 19, ampliando as fases de uma para três, e diminui o número de classificados para a fase de grupos, de seis para quatro. Os brasileiros começaram a entrar na segunda fase e, até o momento, quatro equipes se classificaram e três foram eliminados (contando com a eliminação do Corinthians neste ano). O primeiro que foi desclassificado nesta fase foi a Chapecoense, em 2018, quando foi eliminado pelo Nacional, do Uruguai (duas derrotas por 1 a 0). No ano seguinte foi a vez do São Paulo, que perdeu o confronto para o Talleres, da Argentina (derrota por 2 a 0 e empate em 0 a 0). O Internacional, que eliminou a Universidad de Chile, enfrentará o Tolima na última fase antes dos grupos.

Os carrascos dos brasileiros não foram longe nas competições. Em 2011, o Tolima foi eliminado logo na fase de grupos para Cruzeiro e Estudiantes-ARG; sete anos depois o Nacional também não avançou na etapa de grupos, quando perdeu para Santos e Estudiantes-ARG. No ano passado, o Talleres foi eliminado na terceira fase preliminar, quando perdeu para o Palestino-CHI.

Mauro Adamoli