Timão não marca há 300 minutos; Peixe não perde há 10 jogos Foto: Daniel Augusto Jr

A 14ª rodada do Campeonato Brasileiro começa nesta quarta-feira (7), com oito dos 10 jogos programadas para a rodada. Os quatro paulistas estarão em campo hoje, com destaque para o clássico Alvinegro, entre Corinthians e Santos, às 19h, na Neo Química Arena, em São Paulo. O próximo a entrar em campo é o São Paulo, que enfrenta o Atlético-GO, às 20h30, no Estádio do Morumbi, também na capital paulista. Por fim, o Palmeiras enfrenta o Botafogo, às 21h30, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

O clássico alvinegro colocará duas equipes que vivem momentos diferentes dentro de campo, mas que passam por crises e momentos complicados fora das quatro linhas. O Corinthians não marca gols há três partidas seguidas (300 minutos sem marcar, já que o Timão ficou meia hora sem marcar na vitória diante do Bahia), além do desempenho da equipe, já que o Alvinegro perdeu para o Sport e foi pior em campo nos jogos contra Atlético-GO e Red Bull Bragantino. Resultados que foram motivos de protestos da Gaviões da Fiel, principal organizada do clube, que pediu mais garra a equipe e pressionou a diretoria para contratar um novo técnico, já que a equipe continua sob o comando do auxiliar Dyego Coelho.

O Santos vem em bom momento, já que não perde há 10 partidas (não foi derrotado no mês de setembro), com cinco vitórias e cinco empates, resultados que colocam o Peixe dentro do G-6 e a classificação antecipada para as oitavas de final da Copa Libertadores, sendo o segundo melhor time no momento e com a liderança de seu grupo garantida com uma rodada de antecedência. A pressão no Santos acontece fora de campo, já que, a equipe corre para pagar dívidas acumuladas com o Hamburgo-ALE e Huachipato-CHI (correndo risco de perder pontos no Brasileirão e não poder contratar novos jogadores). Recentemente o presidente José Carlos Peres foi afastado, e o vice Orlando Rollo assumiu, realizando mudanças na direção e no quadro de funcionários do time.

DINIZ NO LIMITE
No Morumbi, o São Paulo enfrenta o Atlético-GO em partida que é fundamental na permanência do treinador Fernando Diniz, já que mais um tropeço pode significar o fim de sua passagem no comando do Tricolor, já que todos os diretores (com exceção de Raí) são a favor de sua demissão, e um mais um resultado negativo diante dos goianos deixará sua situação insustentável.

PALMEIRAS

O Palmeiras enfrenta o Botafogo com a chance de encostar no líder Atlético-MG. O técnico Vanderlei Luxemburgo, que viu a pressão diminuir levemente na última semana, se apoia nos bons números da equipe, que não perde há 20 partidas consecutivas. O Fogão tem apenas uma vitória no Brasileirão (no Rio, contra o líder Atlético-MG) e quer fugir da zona de rebaixamento.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

8 + 7 =