Covid-19 mata 50% a mais que acidentes de trânsito em 2019

15 pessoas morreram de acidente na faixa de 18 a 24 anos (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Em pouco mais de dois meses, o total de mortos pela covid-19 em Piracicaba é 50% maior que o total de vítimas fatais de acidentes de trânsito registrados ao longo de todo ano de 2019 na cidade. Até a última sexta-feira, a cidade contabilizava 84 óbitos pela doença transmitida pelo novo coronavírus.

De acordo com o Infosiga – sistema de informações de trânsito do Estado de São Paulo -, de janeiro a dezembro do ano passado, 56 pessoas morreram nas vias públicas e estradas de Piracicaba.

Já nos cinco primeiros meses deste ano, 17 pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em Piracicaba, conforme o banco de dados com informações sobre o setor, do Estado de São Paulo.

Dessas mortes, seis eram motociclistas, cinco pedestres, quatro estavam em veículos e as outras duas mortes ocorreram em outros veículos não especificados.

FAIXA ETÁRIA

Quando o total de mortes por covid-19 em Piracicaba chegou a 53 óbitos, 55% das vítimas tinham idades entre 61 a 80 anos. A letalidade da doença é o mesmo verificado no restante do Estado de São Paulo que aponta a concentração dos óbitos em pacientes com mais de 60 anos, segundo o Estado, o percentual para esse público é de 73,5% das mortes.

Em Piracicaba, 39% dos óbitos foram verificados em idosos acima de 81 anos, em seguida, pacientes de 41 a 60 anos e por fim, uma vítima fatal com idade entre 21 e 40 anos.

Já a maioria das vítimas do trânsito em Piracicaba, no ano passado, eram pessoas com idades entre 18 e 24 anos. Segundo o Infosiga, 15 pessoas nessa faixa etária morreram em 2019.

Na sequência, seis mortos tinham entre 25 e 29 anos e sete estavam na faixa etária entre 35 e 39 anos de idade.

REDUÇÃO NO ESTADO

Os novos números do Infosiga SP, revelam forte redução dos acidentes e fatalidades de trânsito em todo o Estado de São Paulo. Em maio, foram registrados 387 óbitos contra 487 no ano passado, queda de 20,5%. A exceção são os motociclistas, com 179 mortes no mês passado contra 167 em 2019, aumento de 7,2%. Acidentes de trânsito, que incluem ocorrências sem vítimas fatais, registraram queda de 28,4% (11,9 mil acidentes em maio deste ano contra 16,6 mil em 2019).

De acordo com os dados do Infosiga SP, houve queda de 14,7% nos acidentes fatais em vias municipais, que concentram 52,5% dos casos. Nas rodovias, a queda foi de 26,9%. Em 10 regiões administrativas do Estado houve redução dos índices.

Beto Silva