Covid-19: média móvel de mortes em Piracicaba tem alta de 51,4%

Foto: Claudinho Coradini/JP

Ocupação de UTIs em Piracicaba chegou a 100% na quinta (17).

A média móvel de óbitos por Covid-19 em Piracicaba (SP) teve alta de 51,4%, conforme o levantamento feito pelo G1 com base nos dados divulgados pela prefeitura até sexta-feira (18). Em média o município registra 7,57 mortes por dia.

O dado é calculado com base nos registros dos últimos sete dias e comparado com a média móvel de 14 dias atrás, em 4 de junho. Na data, a cidade tinha uma média de 5 mortes por dia.

Já em relação aos casos confirmados pela doença, a cidade teve um aumento de 9,22% na média móvel, o que indica estabilidade dos dados.

Em 4 de junho eram em média 252,43 casos confirmados por dia na cidade. Na sexta (18), o número era de 275,71.

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) de Piracicaba chegou a 100% na última quinta-feira (17). O dado do boletim epidemiológico apontava uma ocupação de 101%.

Na sexta, o percentual voltou aos 98%, conforme informou a prefeitura. Já em relação aos leitos de enfermaria do SUS, a cidade tinha ocupação de 66%, segundo o último boletim. A ocupação dos leitos em hospitais privados estava em 76% para UTIs e 66% para enfermaria.

No último domingo (13) passaram a valer novas restrições para reduzir a circulação de pessoas em Piracicaba no período noturno.

Entre as medidas estão a proibição de venda de bebidas alcoólicas após às 20h no município. Além disso, o transporte coletivo agora funciona até às 22h todos os dias. As atividades comerciais e de serviços devem se encerrar até as 21h, inclusive supermercados.

Da Redação

*com informações do G1

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 − treze =