CPFL detectou, em média, 167 fraudes de energia por mês em Piracicaba

Piracicaba ficou em 5º lugar no ranking de energia recuperada | Foto: Amanda Vieira/JP

Durante o último semestre, a CPFL Paulista realizou 5.323 inspeções em Piracicaba e, dessas, houve constatação de fraude e/ou furto de energia em 1.004 locais, o que significa – em média – a detecção de 167 irregularidades na obtenção de energia elétrica por mês na cidade durante o primeiro semestre deste ano.

Com a regularização dessas ocorrências, a companhia elétrica recuperou 4,5 mil MWh (Megawatt-hora). Na região de Campinas, Piracicaba fi cou
em terceiro lugar no ranking das cidades com mais MWh de energia recuperada.

Entre as dez cidades em toda a área de atuação da distribuidora de energia, Piracicaba ficou em 5º lugar no ranking de energia recuperada.
De acordo com a CPFL Paulista, tanto no ranking da região de Campinas quanto no que analisa todas as cidades de atuação da companhia, a cidade de Campinas ficou em primeiro lugar no número de fraudes e/ou furtos de energia (3.027) e, consequentemente, de energia recuperada (20,2 mil MWh).

Segundo a companhia, a eficiência na recuperação de energia desviada por meio de fraudes e/ou furtos se dá devido a investimentos no uso de inteligência, tecnologia e canais de denúncias. “A CPFL Paulista realiza constantemente importantes ações de combate às fraudes e furtos em conjunto com os órgãos públicos e autoridades policiais, que têm auxiliado significativamente o trabalho. A empresa também investiu em novas tecnologias e treinamento das equipes, aprimorando seus processos de monitoramento e análise”, afirma Roberto Sartori, presidente da companhia.

Andressa Motta