Cratera em acostamento preocupa motoristas na SP-147

Erosão traz riscos a quem utiliza a rodovia que liga Piracicaba a Anhumas (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

Uma erosão no acostamento da rodovia SP-147 (Samuel de Castro Neves), que liga Piracicaba a Anhembi, na altura do quilômetro 174, preocupa os usuários da estrada. O buraco de aproximadamente oito metros tomou todo o acostamento e, apesar de sinalizado, ainda preocupa os motoristas que fazem o trajeto diariamente.

Em nota, a Secretaria de Transportes do Estado de São Paulo informou ontem que uma empresa deverá ser contratada para fazer o reparo.

Engenheiros do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realizaram uma vistoria na erosão do quilômetro 174 da SP 147, em Piracicaba e foi constatada a necessidade de contratação de empresa especializada para reparos. Os estudos que possibilitarão a contratação, como orçamento e laudos geotécnicos, já foram iniciados”, informou a pasta.

Segundo o Estado, a erosão não ocupa a pista de rolamento e sim parte do acostamento. “O local já foi sinalizado e as viaturas das Unidades de Básicas de Atendimento mantém o constante monitoramento do trecho”, acrescentou.

Erosões no acostamento da Samuel de Castro Neves têm sido comum. Em abril do ano passado, uma forte chuva na região causou a queda de parte do acostamento na altura do quilômetro 190.

Na época, o Departamento de Estradas de Rodagem sinalizou o local e realizou um estudo para definir o trabalho de reparo. O trecho com erosão ficava próximo a uma curva e, mesmo sinalizado oferecia riscos, principalmente à noite e sob chuva. A rodovia SP-147 é muito utilizada por caminhões, o que aumenta a preocupação dos usuários.

Beto Silva

[email protected]