Cultura afro-brasileira é apresentada pelo Afropira às escolas de Piracicaba

Foto: Divulgação

Alunos da rede pública participam de oficinas, apresentações e rodas de conversas

O Instituto Afropira propõe uma reflexão ao dia 13 de maio nas escolas de Piracicaba e região, com o projeto “Cultura Afro-Brasileira nas Escolas – aplicando a Lei 10.639/03”, que tem como objetivo valorizar e disseminar a cultura afro-brasileira. As próximas escolas a receberem o projeto são Apaf (Escola Estadual Dr. Antônio Pinto de Almeida Ferraz), nesta quarta-feira (11) e a Escola Estadual Prof. Eduir Benedicto Scarppari, nesta sexta-feira (13).

O projeto também divulga as ações do Instituto Afropira na cidade e os dois espaços que realizam aulas de capoeira, dança afro e de música, por meio do Geacap (Grupo Estilo Acrobático de Capoeira), do AfroEcologia e do Bloco Afropira, também apoiadores do projeto junto com a professora Sandra Carquejeiro, da Escola Eduir e criadora da eletiva sobre Africanidade. As atividades são gratuitas e acontecem no Parque Primeiro de Maio, às terças e quintas-feiras, das 18h às 21h30, e no Jardim Oriente, às quartas-feiras, das 19h às 21h.

O PROJETO
O projeto “Cultura Afro-Brasileira nas Escolas – Aplicando a Lei 10.639/03” surgiu em 2019 por meio do ProAc Municipal de Piracicaba. Tem como membros, a Elaine Teotonio e o Mestre Marquinho, também integrantes do Instituto Afropira, que executaram um trabalho em conjunto com cinco escolas do município, levando três meses de oficinas semanais de capoeira, maculelê e a musicalização com o bate-lata. Assim, aplicaram a Lei 10.639/03, complementada pela Lei 11.645/08, que torna obrigatório o ensino da história e cultura africana, a afro-brasileira e indígenas em todas as escolas, sendo públicas e particulares, no ensino fundamental e médio.

No ano de 2020, por conta da pandemia, o projeto ficou parado. A proposta era dar continuidade por meio dos clubes criados pelos próprios alunos das instituições de ensino.

Já neste ano, com o retorno do “normal”, o projeto retorna com toda força em quatro escolas estaduais: Pedro de Mello, Dr. Antônio Pinto de Almeida Ferraz, Prof. Eduir Benedicto Scarppari e a Barão do Rio Branco, além de realizar um encontro na escola de educação infantil Florescer. Estas escolhas foram escolhidas para iniciarem o programa e fortalecer o trabalho de diversidade.

AFROPIRA
O Afropira é um coletivo com o objetivo de promover a cultura afro-brasileira na cidade de Piracicaba. Em 2013, a cantora Elaine Teotonio e o Mestre Marcos Farias, deram os primeiros passos para a realização do evento, junto com grupos e coletivos do município, no qual levou para sete comunidades, no qual mais tarde se tornou um festival no Parque do Engenho Central.

Fernanda Rizzi
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 − seis =