Frutos do mar e peixes protagonizam receitas que, além de saborosas fazem bem à saúde. (Foto: Claudinho Coradini)

Quando pensamos em peixes e frutos do mar, a culinária brasileira é uma das primeiras a serem ressaltas, afinal, praticamente, toda a parte leste do país é banhado pelo oceano e o interior é repleto de grandes rios e lagos, proporcionando uma variedade de peixes entre outras criaturas marinhas que fazem parte da dieta do brasileiro.

Como forma de ressaltar essa gastronomia riquíssima que oferece o Brasil, o chef Matheus Viccino criou pratos que, além de serem compostos por ingredientes brasileiros, recebem nomes que fazem homenagem à cultura de histórias, músicas e folclore nacional.

CAMARÃO QUE DORME

O prato feito de camarão pistola, purê de abóbora e farofa de castanhas tem a mistura de três elementos cruciais: o salgado e a crocância da farofa, a suculência dos camarões e a doçura e cremosidade do purê de abóbora. O prato ganhou esse nome em homenagem a música, feita em 1981, ‘Camarão que dorme a onda leva’ cantada pelos sambistas Zeca Pagodinho e Beth Carvalho.

OLHA A CUCA

Composto por uma massa negra, por conta da tinta da lula utilizada no processo, ostras e camarões, cogumelos portobello e tomates-cereja, é um prato de molho mais líquido e com acidez, mas ainda muito leve por conta da carne do camarão. “O nome desse prato é devido a alguns ingredientes que são alimentos dos jacarés, assim como a Cuca”, comenta Matheus.

SACI

Saindo do mar, a receita Saci tem somente três ingredientes, filé de Pirarucu, uma batata assada no carvão e sementes mostardas. O prato recebeu esse nome por ter sido criado no dia do Saci, 31 de outubro.

DICAS

Uma dica importante do chef é de retirar os espinhos antes dos peixes serem cozidos. “Na hora de cozinhá- -los na frigideira, o truque para não grudar é deixar a panela bem quente, jogar um pouco de óleo e em seguida o peixe, mas não mexer para não correr o risco de quebrar a peça”, explica.

Outra dica que Matheus dá é que peixes são carnes bem leves então, o acompanhamento deve seguir esse mesmo fluxo com saladas, legumes cozidos ou até mesmo massas e carboidratos. Para bebidas cervejas claras, vinho branco ou rosé caem muito bem com o sabor dos frutos do mar.

Larissa Anunciato
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × três =