Público deve ser limitado a 40% da capacidade nos eventos | Foto: Claudinho Coradini/JP

A Prefeitura de Piracicaba publicou ontem decreto estabelecendo a fl exibilização de eventos e de atividades culturais no município. O decreto passa a valer a partir de segunda-feira, e foi editado após a atualização do Plano São Paulo, do Governo do Estado, que manteve a cidade na fase 3 (amarela), que permite – após 28 dias consecutivos nesta fase – a abertura com restrições de eventos, convenções e atividades culturais.

De acordo com o documento, os eventos realizados na modalidade drive-in (cinemas, shows e outros), os cinemas, teatros, salas de espetáculos
e auditórios, museus, centros culturais, bibliotecas e acervos, escolas e cursos de formação cultural e circo podem voltar a funcionar desde que atenda ao protocolo sanitário.

Entre as exigências que constam no protocolo está capacidade que deve ser reduzida e limitada a 40% do local do evento ou atividade cultural, devendo constar a capacida. Já as vendas dos ingressos deverão ser feitas, preferencialmente, online. Os assentos devem ser marcados e numerados e organizados de forma a manter o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas, dispostos de forma alternada entre as fi leiras, devendo haver bloqueio físico de fileiras e assentos.

Caso a acomodação se faça em mesas, estas não podem ter mais de quatro pessoas e o distanciamento entre elas deve ser de 1,5 metro e entre as mesas, de dois metros. Durante os eventos, não deverão ser permitidas quaisquer atividade que promovam aglomeração de pessoas, como local para dança, praça de alimentação e consumo de bebidas.Ainda não há previsão para reabertura das salas de cinema do shopping.

ESCOLAS
Conforme o segundo decreto, é permitido o funcionamento das aulas em instituições particulares de ensino em todos os níveis. Está autorizada a realização de atividades práticas laboratoriais que não podem ser ministradas à distância, desde que se cumpra a capacidade reduzida para 35% dos alunos matriculados. Sobre as aulas nas redes municipais e estaduais, as escolas irão seguir o protocolo do Governo Estadual, que tem retorno previsto para 7 de outubro.

Beto Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

16 + 7 =