Defensores públicos orientam sobre benefícios nos Cras

Público-alvo são famílias com renda de até R$2mil; atendimento será das 9h às 16h | Foto: Claudinho Coradini/JP

A DPU (Defensoria Pública da União) vai estar em Piracicaba de segunda-feira (14) a sexta-feira (18) nos Cras (Centro de Referência de Assistência Social) com o projeto “DPU para Todos”, que leva os servidores para cidades onde a instituição não tem sede. Os defensores darão orientação jurídica sobre auxílio emergencial, auxílio-doença, pensão por morte, aposentadorias, salário-maternidade, auxílio-reclusão e BPC (Benefício de Prestação Continuada).


Os atendimentos serão das 9h às 16h. Na segunda-feira (14) o projeto começa no Cras Mario Dedini, na avenida Luiz Ralph Benatti, 1400, telefone (19) 3421-8077. Na terça-feira (15), no Cras Vila Sonia, na rua Padre Otto Andréas Josef Wolf, 720, telefone (19) 3425-429. Na quarta-feira (16), no Cras São José, na avenida dos Patriotas, 1333, telefone (19) 3432-4371. Na quinta-feira (17), no Cras Jardim São Paulo, na rua professor Felinto de Brito, 366, telefone (19) 3432-2390. Na sexta-feira (18), no Cras Piracicamirim, na rua Leontino Boscariol, 50, telefone (19) 3426-0300.


Compõem a equipe que virá a Piracicaba três defensores públicos e dois auxiliares. A estimativa de atendimento é de 40 pessoas por dia. O público-alvo são usuários da assistência social com renda familiar de até R$2mil. Os interessados devem comparecer ao Cras munidos de documento pessoais, comprovante de residência, laudos, atestados e outros documentos que demonstrem a solicitação do benefício.


O interessado no atendimento pode comparecer em qualquer unidade do Cras no dia estipulado pra atendimento naquele local. Não é obrigatório ser atendido no Cras que seu bairro está inserido.

LEIA MAIS:


A DPU, conforme texto da Constituição, no artigo 134 “é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe, como expressão e instrumento do regime democrático, fundamentalmente, a orientação jurídica, a promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos, de forma integral e gratuita, aos necessitados”.


Em Piracicaba, para realização das atividades do “DPU para Todos”, há o apoio da prefeitura, por meio da Smads (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social).

Da Redação

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 + 18 =