Deficientes ganham camas; Ajudas do Bem pede comida

Foto: Divulgação

Matéria publicada nesta semana pelo JP mobilizou e surpreendeu grupo, mas faltam alimentos, fralda e leite

A campanha Ajudas do Bem em prol dos deficientes assistidos conseguiu a doação de duas camas hospitalares, fraldas, leite especial e outros itens. O grupo de solidariedade comemora, mas destaca que a demanda é contínua, principalmente em relação aos alimentos. O apelo pontual, publicado pelo Jornal de Piracicaba na última quinta-feira (29), contemplou necessidades específicas de quatro deficientes. O Lions Clube também se prontificou a auxiliar com a arrecadação de até 20 cestas básicas que serão encaminhadas ao Ajudas nesta próxima semana.

O doador das duas camas hospitalares optou por não se identificar, conta um dos fundadores do grupo, Felipe Cypriano. “A Mariana já tem uma cama especial e a segunda, que conseguimos, vai para outro deficiente que necessita do mobiliário.” O grupo também recebeu mantimentos e fraldas para os deficientes assistidos pelo Ajudas. “Não esperávamos essa repercussão, inclusive a comadre para a Mariana. Não sei se infelizmente ou felizmente, o resultado dependeu da exposição das fotos dessas pessoas, mas conseguimos um bom e importante volume de doações.”

Jaqueline Mendes, membra do Ajudas, diz que seu telefone começou a tocar antes das 8h quando a matéria do JP foi divulgada. “O público que mais me procurou foram senhoras, todas sensibilizadas pela falta de recursos, até mesmo de um gás de cozinha. Expliquei que esses deficientes são bem cuidados pelas suas famílias, mas que hoje, por causa da pandemia e custos de vida, estão passando por dificuldades. Anos antes, eu levava complementos para ajudar. Atualmente, a necessidade é de tudo para simplesmente sobreviver.”

As doações em dinheiro serão convertidas em frutas e legumes para os deficientes que se alimentam com sopa batida. “A gratidão no momento da doação é imensa porque essas pessoas não tem nada, nem sabão para lavar as roupas.”

DOE ALIMENTOS!
Doe fralda, leite de caixa e alimentos não-perecíveis nos seguintes pontos de coleta: no Jornal de Piracicaba, em horário comercial, na sede (avenida Luciano Guidotti, 2.525) ou na filial (rua Boa Morte, 1.403). Na Escola Estadual Mello Ayres (rua Cel. Fernando Febeliano da Costa, 429, São Dimas), das 8h às 16h, de segunda à sexta-feira. Ou ligue Jaqueline (19 98102-2270) ou Felipe (19 97112-9417).

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 + dezoito =