Deic identifica acusado do furto de fiação elétrica que pode ter comprometido vacinas

Homem furtou 8kg de fiação elétrica (Claudinho Coradini/JP)

Um homem de 39 anos, usuário de entorpecentes, foi preso nesta quinta-feira (29) pelos policiais civis da 1ª DIG/Deic (Delegacia de Investigações Gerais, da Divisão Especializada de Investigações Criminais). Ele foi apontado como o responsável pelo furto da fiação elétrica no PSF (Programa de Saúde da Família) Jaraguá 1, na madrugada do último dia 12 e que pode ter comprometido, pelo menos, 255 vacinas, sendo 31 doses da CoronaVac contra a covid-19.

Os policiais intensificaram as investigações e conseguiram chegar até ao suposto responsável pela ação criminosa. O suspeito não tinha passagens policiais e recolhia recicláveis nas ruas. Em depoimento na sede da DIG/Deic, ele confessou que pulou o muro do posto de saúde e, com a utilização de um alicate praticou o furto da referida fiação, aproximadamente oito quilos, a qual foi vendida posteriormente em um ferro velho e o dinheiro utilizado para a compra de entorpecentes. Após prestar o depoimento o reciclador foi liberado, mas responderá a acusação.

“O investigado alegou que não planejou o crime. Relatou que passava pelo local e viu a possibilidade de realizar o furto”, disse o delegado divisionário da Deic, Wilson Lavorenti.

O CASO

Após a constatação do furto na unidade de saúde, a prefeitura enfatizou, em nota, que por ser unidade de vacinação de rotina, havia em suas geladeiras 255 doses de diversos imunizantes. Devido ao problema na refrigeração ocasionado pelo furto e falta de energia elétrica, todas as doses ficaram retidas e aguardavam análise do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo para serem utilizadas ou descartadas.

O atendimento na unidade foi normalizado no dia seguinte ao crime. Naquela ocasião, na entrada do prédio havia um cartaz informando que os funcionários estavam sem telefone ou vacinas, pois além da covid-19, a unidade também fornece imunizantes  contra outras doenças, que contam no calendário  de vacinação.

O PSF não tem câmeras de vigilância, no entanto, a Guarda Civil informou que iria  intensificar o policiamento no local.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

9 + quinze =