Deic vai apurar morte de homem carbonizado após incêndio em casa

Cardoso foi sepultado no Cemitério da Vila Rezende (Alessandro Maschio/JP)

Policiais civis da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) vão iniciar as investigações sobre as circunstâncias do homem carbonizado após incêndio em uma casa, no Jardim Sol Nascente, na noite desta terça-feira (11), pois há suspeitas de homicídio. A vítima foi identificada como sendo Renato Cardoso, 49 anos. Ele foi sepultado na tarde de ontem (12), no Cemitério da Vila Rezende.

O caso foi registrado no Plantão Policial como morte suspeita. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização do exame necroscópico para tentar confirmar a causa da morte e somente depois foi liberado aos familiares para providenciarem o sepultamento.

“Na Deic será instaurado o inquérito policial. Serão ouvidas as testemunhas, juntaremos os laudos e a realização das diligências para identificação de autoria”, disse o delegado divisionário da Deic, Wilson Lavorenti.

AGRESSÕES
A ex-esposa de Cardoso, Alexandra Priscila Vieira do Nascimento fez um desabafo ao Jornal de Piracicaba sobre seu ex-marido, que é pai de sua filha e ajudou a criar seus outros três filhos.“A gente ainda não sabe o que aconteceu, só que ‘tacaram’ fogo na casa dele, com certeza, porque alguém estava batendo nele”, relatou.

Alexandra disse ainda que conversou com o ex-marido na última sexta-feira (07). “Ele me disse que estava muito machucado porque alguém tinha batido nele com ferro e há dois meses, ele foi esfaqueado”, disse.

A ex-mulher de Cardoso, afirmou que seu ex-companheiro era uma pessoa muito boa, mas só não continuou o relacionamento, porque ele bebia muito. “Apesar de tudo isso, ele nunca deixou faltar nada para mim e meus filhos”, completou. Cardoso foi sepultado ontem, no Cemitério da Vila Rezende.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × dois =