Denúncia falsa de maus-tratos a pit bull prejudica atendimento

Equipes da Guarda Civil e Sedema foram acionadas, mas constataram que situação era improcedente (Maycon Barbon)

Denúncia sobre um suposto maus-tratos a uma pit bull, que estava em uma residência no Jardim Conceição 2, descolou equipes da Guarda Civil e veterinária do Sedema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). Quando chegaram até a casa do tutor, constataram que na verdade estava relacionado com cadela idosa, que já estava em estado avançado de câncer e metástase e já tinha sido eutanasiada. Os outros cães que ainda estavam na casa estavam bem tratados, protegidos do sol e chuva.

A protetora e vereadora Alessandra Bellucci (REP) explicou que do total de denúncia que recebem pelo menos 70% são improcedentes ou falsas. “O denunciante supõe que é uma coisa, mas quando a gente chega ao local percebe que é outra. É preciso enxergar com outros olhos para a causa animal. Muita gente vê somente maldade, mas também encontramos situações de problemas financeiros, cães idosos e que não se tratam de maus-tratos. Enfatizamos que todos os casos envolvendo maldade será combatido, com os suspeitos presos e os animais apreendidos”,
disse a ativista.

A guarda civil Renata afirmou que tem percebido, recentemente, o aumento das solicitações de maus-tratos, mas nem sempre são verdadeiros. “Encontramos situações que envolvem brigas de vizinhos, por exemplo, cães que são idosos e ficam muito tempo sentados. As equipes são destinadas para esse tipo de ocorrência e deixam de atender outros com negligência veterinária, agredidos, acorrentados. Pedimos a conscientização da população, assim como demais casos, que só peçam o auxílio da Guarda Civil, caso realmente seja necessário”, orientou a guarda.

A veterinária Mariana Ricciard Curi, do Sedema disse que o tutor já estava sendo acompanhado e já tinha obedecido todas as orientações como adequar melhor o espaço dos animais e atendimento veterinário, mas não chegava a ser considerado com maus-tratos.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha
[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 − doze =