Depois de adulto, descobrir o mundo na leitura e na escrita

Foto: Alessandro Maschio/JP

Programa que funciona em oito escolas da cidade, desde 1997, atende atualmente 258 alunos

Piracicaba foi a primeira palavra que a mineira Natividade Pereira da Costa e Silva aprendeu a escrever aos 57 anos. Ela é uma das alunas do curso de alfabetização de adultos. Natividade venceu o preconceito e a vergonha de não saber ler e escrever e decidiu correr atrás do tempo perdido. “Hoje eu já consigo juntar as letras, sei ler o ‘bom dia’ e o ‘boa noite’ que as amigas mandam no celular”, conta orgulhosa.

Natividade é uma das pessoas que trabalham de dia e à noite se dedicam a aprender a ler e a escrever. Os motivos vão desde conseguir tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) até ler a bíblia, como revela a professora Silvania Franco.

Segundo ela, a maioria dos adultos que buscam a alfabetização em Piracicaba é proveniente de outras regiões do país. “Creio que 80% são de outros locais”, afirmou. A educadora destaca que muitos se sentem envergonhados, e, por isso, precisam ser estimulados a seguir com o aprendizado. “Eles buscam um emprego melhor, tirar a habilitação e ler a bíblia, como muitos revelam”, afirmou.

PROGRAMAS

De acordo com os dados do último censo demográfico, em Piracicaba, 97% da população é alfabetizada. Para reduzir o número do analfabetismo na cidade, há na Secretaria Municipal de Educação o Cieja – Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos, é um programa voltado para o atendimento de pessoas que não concluíram os anos iniciais na idade regular.

O programa está em Piracicaba desde 1997 e hoje atende 258 alunos dos Termos 9 e 10, sendo o Termo 9 referente aos 1°, 2° e 3° anos e Termo 10, 4° e 5° anos. As classes de EJA (Educação de Jovens e Adultos) funcionam em nove escolas municipais nos diversos bairros da cidade das 19h às 22h e no Sindicato da Construção Civil das 16h30 às 19h30.

Por causa da pandemia de covid-19, as aulas estão acontecendo de forma remota. Os professores realizam interação online com os alunos, são encaminhadas atividades impressas e vídeos explicativos das atividades aos alunos. Piracicaba recebeu o Selo de Município Livre do Analfabetismo, conforme prevê o decreto 6.093 de 24 de abril de 2007 – que dispõe sobre a reorganização do Programa Brasil Alfabetizado, visando a universalização da alfabetização de jovens e adultos de 15 anos ou mais. O selo é condedido pelo Ministério da Educação aos municípios que atingirem mais de 96% de alfabetização, com base nos dados do Censo Democrático do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010 (último censo realizado).

Beto Silva

[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

oito − seis =