Desde março, ex-funcionário da Piracicaba Ambiental espera receber o FGTS

Homem trabalhou na empresa por quase sete anos e disse que há outros colegas na mesma situação. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Empresa Piracicaba Ambiental realizou uma diminuição no quadro de seus funcionários nos últimos meses, mas nem todos ainda receberam os benefícios trabalhistas constados em contrato, como o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Um ex-funcionário, – que pediu para manter sua identidade em sigilo – foi dispensado ainda no primeiro trimestre, contou à reportagem do Jornal de Piracicaba que a dispensa foi repentina e que até agora ainda não repensou todo o dinheiro pelo qual tem direito.


“Eles me dispensaram em março e até agora não consegui receber. Entrei em contato com eles e me disseram que vão pagar, mas até agora só foi promessa. Não sou o único, tem mais ex-funcionários que foram dispensados na mesma data e ainda não conseguiram receber”, disse o ex-funcionário, ressaltando que não recebeu nenhum tipo de aviso prévio ao ser dispensado, apenas chegou ao local de trabalho e foi demitido sem nenhuma justificativa.

O ex-funcionário, disse que está cobrando o valor do FGTS e do seguro-desemprego, que são os valores que têm que receber no momento, mas ainda não sabe quanto e nem quando vai receber. “Depois de receber esses valores (FGTS e seguro-desemprego), precisarei consultar um advogado para ver se está faltando alguma coisa, pois vou atrás de todos os meus direitos, caso contrário terei que procurar a justiça”, ressaltando que ainda não sabe de mais detalhes.

“O valor da indnização ainda não foi passado. Estive no sindicato nesta semana e eles disseram que a Piracicaba Ambiental ainda não pagou em razão de ainda estarem somando o Fundo de Garantia, mas fiquei 6 anos e 11 meses na empresa, fui dispensado há três meses e até agora não tiveram tempo de fazer isso”, explicou.

Em resposta à reportagem, a Piracicaba Ambiental, por meio de sua assessoria de imprensa disse que, durante todo o ano, contrata e dispensa trabalhadores de acordo com as normas e necessidades da empresa; além de respeitar os antigos funcionários de correrem atrás de seus direitos trabalhistas.

Mauro Adamoli

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

15 − dois =