Desenho como terapia: Sesc abre duas oficinas

Duas oficinas tratam das arte por meio do desenho

Prática do desenho estimula a capacidade de pensar e auxilia nos relacionamentos.

O desenho é uma terapia identificada na psicologia e remonta denossa infância e pré-história. Para provocar esta atividade – ainda mais em época de pandemia – o Sesc (Serviço Social do Comércio) abre duas oficinas da arte: uma sobre botânica e outra, com método Rafi – Do Rabisco à Arte Final.

Em estudo publicado pela Pepsic (Periódicos Eletrônicos em Psicologia), assinado pelas profissionais de saúde Evelyn Denisse Felix de Oliveira e Sonia Grubits, elas observam que “o desenho é um importante facilitador do diálogo, especialmente, no que diz respeito a auxiliar no estabelecimento de um bom contato consigo e com o mundo”.

Nesta era tecnológica, vale lembrar que os traços a mão livre foram revelados na arte rupestre. A linguagem visual pré-histórica registrou de cenas de caças aos símbolos e valores daquele período. Neste retorno ao passado, entre infância e cavernas, o desenho na contemporaneidade funciona como terapia, assinala o desenhista profissional Charles Laveso.

“A arteterapia pode ser vista como uma carruagem que ajuda a transportar um indivíduo enfraquecido até o outro lado da ponte, aonde possa estar mais seguro. Neste percurso existem barreiras e dificuldades, mas há, também, o apoio e a proteção. Através do desenho, por exemplo, conseguimos nos conhecer ao estimular nossa capacidade de pensar e auxiliar o relacionamento intra e interpessoal”, aponta Laveso.

CURSOS

O professor da área de botânica da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), Lindolpho Capellari, comanda o curso ‘Ilustração Botânica a Lápis’. Com início hoje, das 9h às 11h, o professor ensina técnicas para os que gostam ou têm vontade de aprender a desenhar plantas dos pontos de vista técnico ou científico. Os encontros virtuais acontecem às terças e quintas-feiras, como classificação a partir dos 14 anos. O curso termina na última semana deste mês, dia 29. Voltado para adolescentes de 12 a 19 anos, o Sesc promove a oficina do método Rafi – Do Rabisco à Arte Final. Com a proposta de exercitar habilidades técnicas para produções de desenhos e outras artes, as aulas são com a ilustradora e criadora da técnica, Fernanda Provinciatto. Os alunos serão estimulados a desenvolver percepção de proporção, esboço e desenho, tudo em ambiente descontraído e bem-humorado. Há duas turmas: para as quartas-feiras (do dia 15 ao 29), das 15h30 às 17h e, aos sábados (de 17 a 31), das 14h às 15h30.

Para se inscrever em qualquer um dos cursos, acesse bit.ly/sescjulho2021. Siga as instruções conforme o conteúdo: ‘Ilustração Botânica a Lápis’ está na página 11 da programação de julho e, método Rafi para adolescente, na 19.

Cristiane Bonin

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

treze − 8 =