Detran inicia emissão do licenciamento 100% digital

Documento pode ser emitido online ou por aplicativo (Foto: Amanda Vieira/JP)

Proprietários de veículos de Piracicaba, com placas da cidade e de todo o estado de São Paulo, já podem imprimir o documento de licenciamento anual de suas próprias casas. O Licenciamento veicular 100% digital, ou CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) é a opção para condutores regularizarem o documento do veículo durante a pandemia da covid-19. Com isto, não será mais necessário ir ao Poupatempo da praça José Bonifácio para emitir o documento.

O documento, informa o Detran SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo) por meio de sua assessoria de imprensa, pode ser obtido online pelos sites do órgão estadual ou federal, ou pelo aplicativo CDT (Carteira Digital de Trânsito), disponível para celulares com sistema operacional Android e iOS.

Segundo o Detran SP, a mudança começou no dia 8 de maio e atende a Deliberação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) 180/19, que estabelece a substituição do CRLV em papel pela via eletrônica, chamada de CRLV-e. “A impressão do documento do veículo pode ser feita em casa em uma impressora comum, no papel A4, em tinta preta, em página única”, ressalta órgão. A validação se dá por um QR Code específico.

Para acesso ao aplicativo CDT, o login é feito com os dados do cadastro no portal de serviços do Denatran, informando o CPF e a senha. Usuários novos precisarão se cadastrar, seguindo o passo a passo informado.

Para o CRLV-e ser emitido, o veículo precisa estar com todos os débitos vinculados quitados, além do pagamento em dia do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestres (DPVAT).

A impressão, no entanto, pondera o Detran SP, deve ter o mínimo de qualidade para que o QR Code esteja legível. Os condutores também poderão salvar o documento no celular, caso não tenham o aplicativo CDT.

De acordo com o diretor do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), André de Cesero, o CRLV é mais seguro do que a versão impressa em papel-moeda. “A utilização da tecnologia presente no QRCode VIO para garantir a integridade e autenticidade do documento de licenciamento veicular”, afirma. Este modelo, completa Cesaro, elimina a necessidade de se pagar para uma segunda via – pode ser impresso a qualquer momento por meio do Portal de Serviços do Denatran.

A pandemia do novo coronavírus fez o Serpro antecipar a integração com os sistemas dos Detrans. O prazo final era para que os órgão de trânsito do país disponibilizassem a opção de impressão do CRLV aos proprietários de veículos era 30 de junho.

Erick Tedesco