Devido à alta demanda, Unimed Piracicaba está com dificuldade na compra de testes para Covid

Foto: Reprodução

Em pronunciamento feita nesta quinta-feira (20), o presidente da Unimed Piracicaba, Carlos Joussef, chamou a atenção para um problema grave: a dificuldade que a Unimed tem tido para adquirir testes para a Covid-19.

“O que está nos incomodando hoje é a aquisição de testes”, comentou. “A Unimed Piracicaba sempre esteve à frente em testes, pois sempre testamos todo mundo em massa, principalmente na tenda do Covid. Hoje já estamos com dificuldade para adquirir testes. Temos testes? Temos. Estamos conseguindo comprar? Estamos, porém não em quantidade suficiente.”

Nesta quinta-feira (20), a Unimed Piracicaba realizou uma compra de 1.780 testes de Covid. Essa quantidade, de acordo com Joussef, é insuficiente e não dá sequer para dois dias. “Hoje a Unimed está vivendo um dia de cada vez. Nós temos uma série de empresas importadoras de testes, realizamos a compra, porém eles não conseguiram nos entregar.”

O mesmo ocorre com laboratórios e farmácias, que sempre fizeram os testes. Por falta de insumos, muitos laboratórios não têm conseguido realizar testes de PCR. Algumas farmácias também não têm conseguido realizar testes rápidos.

“Esse problema não está acontecendo apenas aqui em Piracicaba, mas em todo o país. São Paulo, por exemplo, só tem testes para mais 15 dias”, informou Joussef.

Combate à pandemia

O Hospital Unimed Piracicaba informou, por meio de nota, que a procura pelo atendimento de urgência e emergência tem se intensificado bastante. O motivo disso é o surto de casos de sintomas respiratórios, causados pelas variantes do Coronavírus, Influeza A, H1N1 e H3N2.

A fim de minimizar esses problemas, a Unimed informou que tem tomado uma série de ações. De acordo com o hospital, uma dessas ações é o aumento de médicos plantonistas para atendimento da população, sendo até seis profissionais em horários de pico. Além disso, o Hospital Unimed continua, desde março de 2020, com uma estrutura móvel e modular (tenda) montada na área externa do hospital para atender pacientes com sintomas de gripe.

Devido à alta demanda, o tempo de espera para atendimento tem sido de quase quatro horas. “O atendimento completo com avaliação e orientação é o mais rápido e criterioso possível, porém devido à intensa procura há necessidade de tranquilidade e uma visão coletiva durante a assistência”, informou a Unimed Piracicaba.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 + 19 =