Bruna é coordenadora técnica do Espaço Pipa.

O terceiro cromossomo ‘21’ nas células de uma pessoa, conhecido como o ‘cromossomo do amor’, caracteriza a Síndrome de Down. Assim, simbolicamente o dia 21 de março, o terceiro mês do ano, é marcado como o Dia Internacional da Síndrome de Down. O Espaço Pipa em Piracicaba há 36 anos cuida dessas pessoas ao promover ações em defesa da garantia de seus direitos.


“Seguimos juntos para criar uma voz única e global para defender os direitos, a inclusão e o bem-estar das pessoas com síndrome de Down”, conta a coordenadora técnica da instituição, Bruna Stadnick. “Lutamos para que as pessoas com síndrome de Down sejam ouvidas e validadas nas suas escolhas. Disseminar esta mensagem é trazer mudanças”, complementa.


Nesta data, Bruna reflete sobre a oportunidade de levar conhecimento sobre as potencialidades das pessoas com a Síndrome de Down. “[A síndrome] não as define, elas têm gosto, personalidade, habilidades entre si”, pontua e lembra que rótulos como ‘são eternas crianças’, ‘todos são tão bonzinhos’ ou ‘todos têm uma sexualidade tão aflorada’ precisam ser desconstruídos.


Para a coordenadora, é necessário que a sociedade apoie as pessoas com Síndrome de Down em seus projetos de vida, estudos, trabalhos e sonhos. “[Eles] têm todo o direito de lutar pela autonomia, sem a condição genética como barreira”, enfatiza Bruna.


O Espaço Pipa atende hoje aproximadamente 70 pessoas, desde bebês a adolescentes, e seus familiares. A demanda por atendimento ocorre de forma espontânea pelo telefone (19) 3411-2146 ou e-mail [email protected] e por encaminhamento da rede de serviços municipais.


“O espaço PIPA atua desde o nascimento até o envelhecimento na garantia de direitos ao desenvolvimento saudável, fortalecimento do ensino inclusivo, inclusão no mundo do trabalho, acesso a arte, cultura esporte e lazer”, explica Bruna.


Para isso, a equipe é composta por assistente social, psicóloga, fisioterapeuta, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional, arte-educadora, profissionais de educação física, pedagogia e professor de karatê.


Devido à pandemia do novo coronavírus, evento promovido pelo Espaço Pipa para celebrar esta data precisou ser cancelado. A partir de segunda-feira (23), as atividades presenciais serão suspensas e os atendidos serão assistidos via telefone e outras ferramentas de comunicação à distância. “Estamos atentos e, caso haja novas orientações, entraremos em contato com nossos atendidos”, afirma Bruna.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 8 =