Dia Nacional do Café foi comemorado no último domingo (24)

Café está presente em 98,2% dos lares brasileiros, segundo a Abic

O Dia Nacional do Café, comemorado no domingo (24), celebra a paixão do brasileiro pela bebida. A data foi instituída pela Abic (Associação Brasileira da Indústria do Café) e simboliza o início da colheita do grão em grande parte das regiões cafeeiras do Brasil.

Segunda bebida mais consumida no país, o café está presente em 98,2% dos lares brasileiros, segundo a Abic. E para produzir a bebida, duas espécies da planta são cultivadas: a coffea arabica e coffea canephora, também conhecida como robusta – e que, no Brasil, é chamada de conilon.

Coffea arabica
Originária da Etiópia, a espécie é rica em aroma, doce e ligeiramente ácida. Os grãos antes de torrados possuem aparência ovoide alongada, de cor verde azulada e apresentam um sulco pouco pronunciado e sinuoso. A taxa de cafeína do grão é de cerca de 1,4%. A espécie é considerada superior ao conilon e muito utilizada na produção de cafés especiais. Um requisito básico para o café obter a certificação na categoria gourmet é conter somente grãos da espécie arábica em seu blend.

Arábica é responsável pelos melhores cafés

Coffea canephora (robusta)
A espécie resiste bem em condições climáticas quente e úmida. Tem um crescimento rápido e é mais resistente aos parasitas. Floresce várias vezes por ano, e por isso sua produção é superior a do arábica.
Antes de torrados, os grãos possuem uma aparência arredondada, irregular, de cor amarelo-esverdeada e sua taxa de cafeína é de cerca de 2,5%.

Dica para filtragem
Extremamente popular entre os brasileiros, o cafezinho passado em casa, além de delicioso, é fácil de fazer e acompanha qualquer ocasião. Mas muitas são as pessoas que ainda possuem dúvidas na hora de filtrar a bebida.

As dicas da Abic são excelentes para que o cafezinho do dia-a-dia fique mais saboroso:

  • No uso de filtro de papel ou coador de pano, utilize cafés com moagem média ou fina.
  • O filtro de papel deve ter o mesmo tamanho e forma do porta-filtros.
  • O pó precisa ser colocado uniformemente no filtro. Não compacte, nem aperte a camada de café.
  • Imediatamente antes da fervura (90ºC), despeje a água sobre o pó, umedecendo-o todo. Comece molhando o pó de café das beiradas para o centro do coador/filtro. Em seguida, despeje a água lentamente (em fio) bem no centro do filtro, sem misturar com a colher.
  • Jogue fora o filtro e o café já usados. Não passe a bebida novamente pelo café esgotado porque ela ficará amarga e com sabor desagradável.
  • A preparação em cafeteiras elétricas utiliza o mesmo tipo de café e as mesmas medidas. Para fazer quantidades grandes (mais que 12 xícaras pequenas), o longo tempo de preparo pode resultar em sabor amargo. Se isto ocorrer, faça menos xícaras por vez.
Cafe Hot Sweet combina café com chocolate

Para degustar
Para combinar com o mês de maio, período em que as temperaturas baixam, e se comemora o Dia Nacional do Café, Café Morro Grande traz uma excelente sugestão de preparo. Confira:

CAFÉ HOT SWEET

Ingredientes:
4 tabletes de chocolate meio amargo em pedaços;
2 colheres de sopa de creme de leite sem soro;
1 colher de sopa de açúcar;
1 xícara de café passado na hora;
Chantilly e canela em pó a gosto.

Modo de preparo: leve todos os ingredientes ao fogo brando, deixando os pedaços de chocolate por último. Apenas aqueça, misturando e não deixando ferver. Depois, despeje na xícara e faça uma torre com chantilly. Por fim, polvilhe canela.