Dicas para curtir as festas coma chegada do novo ano e ainda as férias de Verão, que estão só começando

Foto: Getty Images

Reduzir o estresse e deixar fora do alcance objetos nocivos são medidas para garantir um início de ano seguro

Dezembro e janeiro são meses marcados por festas, confraternizações é férias, por isso, essa época do ano é tão aguardada. No entanto, os pets precisam de uma atenção especial. Fogos de artifício, ingestão de alimentos inadequados, afinal está ‘tudo liberado’, e até os itens de decoração podem deixá-los estressados ou mesmo causarem um problema de saúde.

“Quando há estresse adicional, como pessoas reunidas em casa, bem como mais comida ao redor – incluindo alimentos que os seres humanos podem comer, mas que são tóxicos para os animais de estimação – há um maior risco de distúrbios gastrintestinais em nossos pets”, destaca Priscila Rizelo, médica veterinária.

Para amenizar a preocupação e aproveitar ao máximo as festas, ela trouxe algumas dicas para deixar o pet confortável durante esse período:

CUIDADO COM ENFEITES, ESPECIALMENTE LUZES

Eles provocam a curiosidade dos animais, que costumam mastigar e ingerir os objetos. O ideal é evitar decorações que possam se partir e que ao serem ingeridas provoquem obstruções ou perfurações intestinais. A decoração, como lantejoulas, guirlandas ou pinhas, e até a água usada para regar a árvore de Natal, também podem ser um perigo para os pets curiosos.

FUJA DOS ROJÕES E FOGOS DE ARTIFÍCIOS

Muito comuns nesta época do ano, eles causam terrível sofrimento aos animais. Por terem a audição mais sensível, os cães e os gatos se sentem bastante incomodados e podem manifestar tremores, vocalização, tentativas de fuga, o que pode resultar em acidentes. O ideal é não deixar o animal sozinho. Se possível, isole o som e a iluminação para diminuir o estresse. A dica é acomodar o pet em um local familiar e seguro, com som ambiente como, por exemplo, TV ou rádio ligados em volumes apropriados. Isso reduz o stress e mascara o barulho.

MANTENHA O PET EM UM LOCAL SEGURO E ACOLHEDOR

Para evitar o desconforto e agitação do animal durante o momento de chegada e saída de pessoas, procure um espaço confortável e mais isolado para que ele se sinta seguro, evitando a ansiedade e fugas. Para que o pet não se sinta deslocado, importante que o espaço escolhido seja familiar e que sua caminha, tigela de água, alimento e local para suas necessidades estejam acessíveis.

MANTENHA SEU PET LONGE DA SUJEIRA

É importante prestar atenção a objetos que o pet pode engolir. Copos plásticos, guardanapos e toda a sujeira devem ser sempre jogados no lixo para que não gerem um problema sério caso o animal de estimação venha a engolir algo.

Tenha sempre em mãos o contato do médico veterinário do seu animal. Você deve recorrer a ele caso observe qualquer comportamento ou reação estranha em seu pet.

Laís Seguin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

11 + 16 =