Diogo Soares está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Ginasta brasileiro Diogo Soares é prata nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, na Argentina. Data: 15.10.2018. Foto: Pedro Ramos/ rededoesporte.gov.br

Atleta de 19 anos, que é treinado pelo também piracicabano Daniel Biscalchin, carimbou sua ida às Olimpíadas

Diogo Soares está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O ginasta piracicabano fez história nesta sexta-feira (4), no Rio de Janeiro, na abertura do Campeonato Pan-Americano de Ginástica. Com a nota final de 82.700 no Parque Olímpico da Barra, o atleta de 19 anos, que é treinado pelo também piracicabano Daniel Biscalchin, encerrou a participação com o 3º lugar na classificação individual geral – o segundo entre os ‘elegíveis’. O título ficou com o brasileiro Caio Souza (84.450 pontos), que já tinha vaga olímpica garantida, enquanto o americano Paul Juda (83.000) foi o vice-campeão e também carimbou o passaporte para o Japão.

“É um sonho realizado, sonhei com esse resultado ontem, foi 95% igual ao meu sonho. Eu estava ansioso, dormi pouco. Foi maravilhoso, não tenho como explicar […] muito tempo sem competir. É um dia perfeito. Na competição eu estava tranquilo, agora eu estou tremendo”, afirmou o ginasta em entrevista concedida ao SporTV 2. Revelação do esporte piracicabano, por meio do Programa Desporto de Base, oferecido pela Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), Diogo treina com Biscalchin há 15 anos.

A participação do ginasta no Pan-Americano foi irretocável. As notas mais altas de Diogo foram conquistadas no solo (14.100), nas paralelas (14.300) e nos saltos (14.400). O piracicabano somou 13.800 pontos na barra fixa e garantiu mais 13.300 nas argolas. A menor nota do atleta foi no cavalo: 12.800. As finais por aparelho estão agendadas para o domingo (6) e começam às 10h. “É uma alegria inexplicável. Deu tudo certo, graças a Deus”, falou Biscalchin, emocionado. A vaga obtida no Pan não é nominal, ou seja, pertence ao país e não ao ginasta, mas a CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) deve convocar para os Jogos o atleta responsável pela classificação.

Com duas medalhas conquistadas nos Jogos Olímpicos da Juventude (Argentina, 2018), cinco pódios na Gymnasiade (Marrocos, 2018), o título de campeão brasileiro adulto (2019) e uma prata nas argolas no Mundial Juvenil (Hungria, 2019), o ginasta piracicabano atribui o êxito à parceria com o treinador. “O Daniel me dá um apoio muito forte e, em uma competição tão importante como essa, quanto maior a confiança que você recebe, melhor. Participar dos Jogos Olímpicos é algo que eu sempre sonhei desde que comecei no esporte”, destacou Diogo.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

15 − 6 =