Diogo Soares está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Ginasta brasileiro Diogo Soares é prata nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018, na Argentina. Data: 15.10.2018. Foto: Pedro Ramos/ rededoesporte.gov.br

Atleta de 19 anos, que é treinado pelo também piracicabano Daniel Biscalchin, carimbou sua ida às Olimpíadas

Diogo Soares está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O ginasta piracicabano fez história nesta sexta-feira (4), no Rio de Janeiro, na abertura do Campeonato Pan-Americano de Ginástica. Com a nota final de 82.700 no Parque Olímpico da Barra, o atleta de 19 anos, que é treinado pelo também piracicabano Daniel Biscalchin, encerrou a participação com o 3º lugar na classificação individual geral – o segundo entre os ‘elegíveis’. O título ficou com o brasileiro Caio Souza (84.450 pontos), que já tinha vaga olímpica garantida, enquanto o americano Paul Juda (83.000) foi o vice-campeão e também carimbou o passaporte para o Japão.

“É um sonho realizado, sonhei com esse resultado ontem, foi 95% igual ao meu sonho. Eu estava ansioso, dormi pouco. Foi maravilhoso, não tenho como explicar […] muito tempo sem competir. É um dia perfeito. Na competição eu estava tranquilo, agora eu estou tremendo”, afirmou o ginasta em entrevista concedida ao SporTV 2. Revelação do esporte piracicabano, por meio do Programa Desporto de Base, oferecido pela Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), Diogo treina com Biscalchin há 15 anos.

A participação do ginasta no Pan-Americano foi irretocável. As notas mais altas de Diogo foram conquistadas no solo (14.100), nas paralelas (14.300) e nos saltos (14.400). O piracicabano somou 13.800 pontos na barra fixa e garantiu mais 13.300 nas argolas. A menor nota do atleta foi no cavalo: 12.800. As finais por aparelho estão agendadas para o domingo (6) e começam às 10h. “É uma alegria inexplicável. Deu tudo certo, graças a Deus”, falou Biscalchin, emocionado. A vaga obtida no Pan não é nominal, ou seja, pertence ao país e não ao ginasta, mas a CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) deve convocar para os Jogos o atleta responsável pela classificação.

Com duas medalhas conquistadas nos Jogos Olímpicos da Juventude (Argentina, 2018), cinco pódios na Gymnasiade (Marrocos, 2018), o título de campeão brasileiro adulto (2019) e uma prata nas argolas no Mundial Juvenil (Hungria, 2019), o ginasta piracicabano atribui o êxito à parceria com o treinador. “O Daniel me dá um apoio muito forte e, em uma competição tão importante como essa, quanto maior a confiança que você recebe, melhor. Participar dos Jogos Olímpicos é algo que eu sempre sonhei desde que comecei no esporte”, destacou Diogo.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

1 × 2 =