Diretor da OMS diz que meta deve ser reduzir a transmissão do coronavírus

Foto: Freepik

O diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou nesta segunda-feira, 25, que a comunidade internacional deve estabelecer como meta a redução significativa do coronavírus, não a erradicação. “Até hoje, nós só conseguimos erradicar uma doença, que foi a varíola”, explicou, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

Ryan destacou que a acredita que a covid-19 continuará se disseminando pelo mundo “por um bom tempo”. O diretor ressaltou que a situação da pandemia no continente americano está se estabilizando, embora alguns países, como Brasil e Colômbia, ainda enfrentem a aceleração da epidemia.

Questionado sobre a viabilidade de realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) este ano, Ryan comentou que a decisão cabe ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e às autoridades japonesas. Ele também descartou a possibilidade de que atletas sejam vacinados prioritariamente, uma vez que grupos sociais vulneráveis devem ser imunizados antes. “Continuamos trabalhando com o COI”, disse.

Consultor sênior da entidade, Bruce Aylward recomendou que as orientações das farmacêuticas sobre aplicação de doses das vacinas sejam recomendadas. Para ele, a humanidade só poderá vencer a covid-19 se houver distribuição equitativa dos imunizantes.

Fonte: Agência Estado

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

7 + 17 =