Dise prende chefe do tráfico de drogas do Jardim Esplanada

Dinheiro e drogas estavam com suspeito preso pelos policiais da Dise. (Crédito: Divulgação)

Os policiais civis da Dise prenderam um homem de 41 anos, considerado como o chefe do tráfico de drogas, na região do Jardim Esplanada. Segundo os investigadores, o acusado teve antecedentes por organização criminosa, tráfico de drogas, porte de arma e receptação. Na ação, realizada em uma residência, no bairro Pauliceia, outros dois jovens de 19 anos, que não tinha passagens pela polícia, foram presos. Além de dois adolescentes de 17 anos.

Segundo os policiais da Dise, por volta das 12h30, as equipes estiveram em uma residência, no bairro Pauliceia, onde localizaram os jovens e adolescentes que teriam sido “recrutados” pelo chefe do tráfico para que fizessem o fracionamento e embalo das drogas para comercialização. Os policiais fizeram o cerco na casa, onde localizaram os suspeitos no exato momento em que fracionavam entorpecentes. Foram apreendidas porções brutas de entorpecentes e outras já cortadas e algumas já prontas para venda, lâminas e material plástico utilizado para o embalo.

Os investigadores seguiram até a casa do suposto “chefe do tráfico”. Ele deixava sua residência em um veículo e ao observar a aproximação da equipe, mas conseguiu fugir. No interior da casa, os policiais localizaram mais uma porção bruta de crack e dinheiro proveniente do tráfico. A esposa do acusado foi conduzida até esta especializada, já que acompanhou as buscas e presenciou o encontro dos entorpecentes. Antes mesmo do início da formalização da ocorrência, o suposto “chefe” se apresentou espontaneamente nesta especializada, assumindo a propriedade do entorpecente e valores apreendidos em sua residência, esclarecendo ainda que sua esposa não tinha ciência daqueles ilícitos em seu imóvel, sendo então dada voz de prisão em flagrante ao alvo principal das investigações.

No total, foram apreendidos três pedras brutas de crack, 139 porções prontas para venda, centenas de porções já cortadas, porém não embaladas, R$ 483, material plástico para embalo e lâminas.

Cristiani Azanha

[email protected]