Dois incêndios consomem canavial e mata nativa às margens da rodovia Geraldo de Barros

Dois incêndios de grandes proporções consumiram áreas de cana e mata nativa às margens da rodovia Geraldo de Barros (SP-304). O primeiro foco surgiu próximo ao quilômetro 182, atrás do condomínio Colinas de Piracicaba. O fogo teve a extensão de pelo menos dois quilômetros.

No outro ponto, próximo ao residencial Ipês, além do canavial, parte de um bosque com inúmeras árvores foi destruída pelo fogo.
Equipes do Corpo de Bombeiros, Usina Raízen e Consessionária Eixo trabalharam no combate e rescaldo. As equipes da Guarda Civil (Pelotão Ambiental, Rural e viaturas de áreas) auxiliaram no combate ao incêndio. A fumaça e as labaredas puderam ser vistas em vários bairros da cidade. Os bombeiros não tiveram condições de informar a causa do incêndio.

CORTA FOGO
Em maio deste ano, a Polícia Militar Ambiental em parceria com o Corpo de Bombeiros iniciou, a Operação Corta Fogo, que tem o objetivo de evitar as queimadas, principalmente neste período considerado de estiagem.
Até julho foram registrados 22 casos, somente em Piracicaba. O número responde quase o dobro do mesmo período do ano anterior, que totalizou 12.

O capitão Helington Ilgges da Silva, comandante da Polícia Militar Ambiental, na região de Piracicaba destacou a importância da operação que também está sendo realizado em outros 46 municípios. Ele relatou que tanto os fazendeiros como proprietários rurais também tem responsabilidade na prevenção as queimadas ou preservação ao meio ambiente.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 + 16 =