Duelo dos atléticos na decisão da Copa do Brasil

Galo chega à final e busca o bicampeonato da Copa do Brasil - Crédito foto: Pedro Souza/Atlético/MG

Pela primeira vez na história, a decisão da Copa do Brasil será decidida entre o Atlético (MG) e o Athletico (PR). A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda não divulgou oficialmente as datas das finais, mas, de acordo com o planejamento inicial da entidade, os jogos devem acontecer nos dias 8 e 12 de dezembro.

Para conquistar a vaga à decisão da Copa do Brasil 2021, o Atlético (MG) venceu as duas partidas da fase semifinal diante do Fortaleza (CE). No jogo da ida, o Galo mineiro derrotou os cearenses por 4 a 0, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Na noite da quarta, dia 27, o Atlético venceu novamente e, desta vez, com o placar de 2 a 1, em plena Arena Castelão, em Fortaleza. Os gols do Atlético foram marcados por Diego Costa, aos 13, e Hulk, aos 38 minutos do primeiro tempo.  Romarinho descontou para os cearenses aos 44 minutos do segundo tempo.

Com a vaga assegurada para a decisão, a equipe mineira embolsará ao menos R$ 23 milhões de premiação, já que essa é a quantia reservada ao vice-campeão da Copa do Brasil. Se conquistar o título, os mineiros ficarão com R$ 56 milhões. O time já acumula R$ 15,15 milhões de prêmios ganhos até a fase semifinal.

A equipe representante das Minas Gerais sai em busca do bicampeonato, após conquistar o título em 2014, quando derrotou o Cruzeiro (MG). Depois disso, os mineiros só voltaram à final uma única vez, em 2016, quando foram derrotados pelo Grêmio.

A outra vaga para a decisão da Copa do Brasil foi conquistada pelo Athletico (PR), que empatou em 2 a 2 com o Flamengo (RJ) no jogo de ida, disputado na Arena da Baixada, em Curitiba. Na partida de volta, realizada na quarta, dia 27, o Athletico (PR) teve uma atuação impressionante de seu sistema defensivo e com ótimas intervenções do goleiro Santos, o que garantiu ao Furacão uma vitória de 3 a 0 em cima do Rubro-negro, em pleno Maracanã, no Rio de Janeiro. Os gols foram marcados por Nikão, duas vezes, e Zé Ivaldo.

O zagueiro do Furacão, Thiago Heleno, disse no final da partida que essa era uma noite histórica para todos. “Estou muito feliz por liderar uma equipe que vem durante anos mostrando seu valor e que mais uma vez está na Copa do Brasil. Foi mais uma noite abençoada para todos nós. Com competência e com um pouco de sorte também. A gente fez história em uma noite maravilhosa.” – afirmou.

Essa será a terceira vez em sua história que a equipe paranaense disputa uma decisão da Copa do Brasil. O Athetico sagrou-se campeão no ano de 2019.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito − 17 =