E se fossemos como nossos avôs…ativos???

Por Rogério Cardoso

Como podemos ser idosos mais autônomos e mais ativos seguindo a nossa evolução como ser humano? O grande escritor e pesquisador Daniel Lieberman em seu recente artigo “The active grandparent hypothesis: Physical activity and the evolution of extended human healthspans and lifespans” mostrou que através de pesquisas biomédicas e estudos evolutivos evoluimos para precisar cada vez mais de atividade física e isso com ênfase após a meia idade para que você tenha autonomia e aumente sua expectativa de vida longe do risco de doenças. Acho que este artigo serve bem para mim que estou com 41 anos de idade!

De acordo com o pesquisador, à medida que envelhecemos, a atividade física se torna cada vez mais importante e seu efeito no corpo se torna cada vez maior para a sua saúde. E isso vem desde a época desde os primórdios da existência humana quando tínhamos que continuar ativos para sobreviver continuando a caçar e coletar. Para continuar com autonomia, temos que continuar ativos!

Este estudo mostra que a atividade física evoluiu para mostrar que para envelhecermos e prolongar nosso período de vida com saúde, ela precisa fazer parte do nosso cotidiano. Quando uma pessoa está com diabetes ou doenças cardíacas com 50 anos, uma das coisas recomendadas pelos médicos é o início da atividade física para melhorar a sua saúde e reverter este processo. Além disso a atividade física é excelente para criar um balando calórico ideal para seu envelhecimento te ajudando a livrar de doenças relacionadas a inatividade física e obesidade. Quando você consome sua energia e não gasta, você acaba produzindo mais hormônios decorrentes do armazenamento de gordura, aumentando o risco de desenvolvimento de doenças como câncer por exemplo.

A atividade física produz estresses no nosso corpo que levarão a adaptações que serão importantes lá na frente no nosso envelhecimento. Você não precisa de horas e horas de exercício para que ocorram estas adaptações que lhe ajudarão no seu envelhecimento. Você precisa de estímulos corretos para que seu tempo futuro seja de forma saudável.

Temos muitas evidências epidemiológicas e estudos de que apenas um pouco de atividade, como 10 minutos por dia ou uma hora por semana, pode reduzir consideravelmente o risco relativo de mortalidade. Mas sabemos que o ideal já está chegando a 300 minutos por semana de exercícios acumulados. Você não precisa nadar no Canal da Mancha ou correr uma maratona. Você não precisa disso para obter os benefícios da atividade física. Então comece e mantenha! Até a próxima!

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

16 + 11 =