Efeitos emocionais das festividades

Foto: Freepik

Enfim, chegou o fim de ano e junto as festividades, inicialmente com o Natal seguido do Ano Novo de 2021, e existem muitas pessoas que aguardam ansiosamente por esses períodos, como também há aquelas que não gostam deste período, geralmente por registros dolorosos.

Vou abordar sobre os efeitos emocionais das festividades. Estamos vivendo o período do ano com mais festividades coletivas, independente da crença, esse período é associado a um momento de encontros, viagens, férias e festas.

Simbolizando um período com significado de confraternização e descanso, além de sentido religioso. Esse momento estimula muitas pessoas a buscarem por reconciliação, solução de pendências emocionais com familiares e amigos, proporcionando-se um recomeço.

Por meio de um consenso social, Natal e Ano Novo estimulam na população serem vividos e sentidos como uma época de paz e amor, podendo proporcionar bons momentos às pessoas que amamos e a nós mesmos, estimulando reencontros, união e inúmeros esforços para preservar esses momentos festivos e felizes.

Para muitas pessoas esse período é de ausentar-se do ambiente de trabalho, do estresse e tensões diárias, para revigorarem-se e, ao início de um novo ciclo, retomarem a rotina com entusiasmo e motivação para o ano vindouro.

Por uma série de fatores as pessoas esperam ansiosamente pelo Natal e Ano Novo como uma oportunidade de aproveitar socialmente e emocionalmente, elaborando o fechamento de ciclos para iniciar novos. Para a psicanálise de Freud esse período festivo pode ser interpretado como satisfação do impulso primitivo do aparelho psíquico de evitação do desprazer e realização do desejo inconsciente pelo prazer.

Esse ano mesmo diante de todas as expectativas devido às dificuldades vividas com o confinamento da covid-19, com uma possível vacina imunizadora, ainda não aprovada, não foi possível viver as festas da maneira tradicional que núcleo família tem o costume de fazer, sendo necessário que todos negociem e concordem com determinados comportamentos, que evitem aglomerações mantendo o distanciamento social, em locais abertos, evitando contato como abraços e beijos e em grupos de pessoas reduzidos.

Para evitar que as pessoas passem sozinhas, estimulando melancolia, tristeza., ao buscar o coletivo é possível valorizar o que realmente importa: auxiliar no enfrentamento das adversidades, reflexões diversas sobre o que, e quem é realmente essencial na vida.

Não podemos deixar de cirar que esse também é o período de sofrimento e luto para muitas pessoas que perderam entes queridos no decorrer da vida e principalmente nessa pandemia. Vivenciar o luto é importantíssimo para recuperar a saúde emocional, por meio de palavras acolhedoras, recordações, saudade, reconhecimento do sofrimento do outro, no sentido de compartilhar com toda intensidade os afetos, evitando dessa forma a evolução para forma sintomática ou outros transtornos mentais.

O amor é a maior prova, o maior presente que podemos demonstrar nas festividades desse fim de 2020 e início de 2021. Então com cuidado, segurança, distanciamento social necessário preservaremos a nossa vida e a vida de quem amamos. Um feliz, saudável e esperançoso 2021 para todos!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

1 × 2 =