Foto: Claudinho Coradani

Lá de cima é possível ver Piracicaba de um ângulo único: a cidade e seus prédios cercados pela natureza, que faz delinear o curso das águas do Rio Piracicaba e o verde de suas matas. Não à toa, então, o Elevador Panorâmico foi o ponto turístico mais visitado em 2019. Foram 38.836 visitas aos fins de semana e nos feriados, segundo dados divulgados pela SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo).

As visitas de 2019 no Elevador representam aumento de 7%, se comparado a 2018. De acordo com informações da Secretaria, por meio da assessoria de imprensa, “esse é um ponto turístico que vem apresentando aumento das visitas desde 2017, tendo alcançado 21% de crescimento desde então”.

Em seguida, o ponto mais procurado pelos turistas, no ano passado, foi a Casa do Povoador, que recebeu 6.721 pessoas em ações na galeria e arena Alberto Thomazzi.

O Museu Prudente de Moraes e o Casarão do Turismo também estão entre os pontos turísticos mais procurados de 2019. Foram, respectivamente, 5.834 e 5.896 visitantes nas exposições, programações culturais, oficinas, palestras e visitas escolares. Enquanto isso, o Posto de Informações Turísticas, que fica no Parque do Mirante, contou 5.082 turistas.

“Todos os pontos turísticos administrados pela Prefeitura recebem custeio e manutenção, possuem profissionais para gerir os espaços, […] além de produção de materiais informativos impressos e online, bem como a gestão das redes sociais para informar a população e atrair visitantes e turistas”, conta o diretor de Turismo da SemacTur, Esdras Casarini.

Para a secretária da Ação Cultural e Turismo, Rosângela Camolese, o turismo tem movimentado a economia de Piracicaba ao gerar empregos, renda e investimentos. “Isso é revertido à população, que, além de poder viver em uma cidade privilegiada por natureza, usufrui dos serviços públicos e privados que o turismo propicia”, comenta.

Rosângela ainda lembra que, a partir do turismo, há movimentação para preservar os recursos naturais e culturais da cidade. “[…] Dele podemos tirar nosso sustento e garantir que outras gerações também possam vivenciar tamanhas belezas como aqui encontradas”, pontua.

Os festivais realizadas em Piracicaba também contribuem para atrair turistas para a cidade. Em 2019, Piracicaba recebeu a quarta edição do Festival Gastronômico, que atraiu cerca de 3 mil pessoas para o Engenho Central. O evento foi promovido pela Regionalização Turística denominada Serra do Itaqueri – composta por um grupo de 13 cidades da região desde 2013.

Outros pontos turísticos, como a Rua do Porto e os bairros históricos Monte Alegre, Santana e Santa Olímpia também receberam grande visitação em 2019. “Os serviços instalados na Rua do Porto, é possível afirmar que mais de 80% da geração de renda e empregos advém exclusivamente do turismo”, comenta Casarini.

De acordo com a SemacTur, há estudos para mais investimentos de infraestrutura e melhorias nos espaços já existentes. “Esperamos pleitear e conquistar o status de MIT – Município de Interesse Turístico, o que nos auxiliará com recursos do Gerverno do Estado para aplicação em nossos projetos turísticos”, conta Rosângela.

Atualmente, Piracicaba recebe visita de aproximadamente cem cidades distintas, principalmente da capital paulista e das cidades da região, como Campinas, Americana, Limeira, Rio Claro, São Pedro, Charqueada e Santa Bárbara D’Oeste. “Há também presença de turistas que residem em outros estados e até outros países”, finaliza Casarini.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

14 − dez =