Em 3 meses, cerca de 40 mil buscam atendimento

Santa Casa Saúde e Unimed registraram em janeiro maior média de atendimentos (Foto: Arquivo/JP)

Piracicaba registrou só na primeira semana de abril 52 óbitos por covid-19. Também na primeira semana do mês, um outro número chocante: o Brasil superou mais de quatro mil mortes pela doença em um único dia. Este é o maior índice registrado desde o início da pandemia há um ano.

No pior momento do surto do novo coronavírus no País, as unidades de saúde têm trabalhado em um ritmo exaustivo. Além dos pacientes que são internados com a doença em leitos de enfermaria e UTI (Unidades de Terapia Intensiva), que precisam de atendimento e dedicação exclusivos, a procura por testes de pessoas com sintomas como febre, tosse seca e cansaço, tem aumentado o movimento nos locais de pronto atendimento.

De janeiro até o dia seis de abril, a Prefeitura de Piracicaba contabilizou 39.800 pessoas atendidas com sintomas de covid-19 nas unidades de saúde do município. Foram em média 390 atendimentos por dia. Os testes são realizados após uma triagem e avaliação médica. Dos mais de 39 mil usuários que procuraram atendimento, foram realizados 20.600 exames de RT-PCR por meio de swabs (cotonetes).

O Ambulatório Covid-19 do Santa Casa Saúde de Piracicaba registrou em janeiro, a maior procura por atendimento de pacientes com sintomas. No primeiro mês do ano, a unidade realizou cerca de 94 atendimentos por dia. Nos meses de fevereiro e março os números foram menores, mas não menos preocupantes. Em fevereiro, a unidade registrou 60 atendimentos por dia, enquanto março,82 pessoas foram atendidas por dia com sintomas da covid-19.

O Pronto Atendimento da Unimed Piracicaba exclusivo para pacientes com sintomas do novo coronavírus, localizado na área externa do hospital, também registrou em janeiro o maior índice de atendimentos de pacientes sintomáticos até o momento. Passaram pelo local 6.843 pessoas. Destas, apenas 811 pacientes não realizaram testes após avaliação médica. Em fevereiro foram atendidos 4.124 pacientes com a realização de 3.698 testes RT-PCR. Em março, o número de pessoas que procuraram a unidade voltou a subir. Das 5.812 pessoas que foram atendidas, 4.935 realizaram o teste para confirmação da doença.

Até a publicação do último Plantão Coronavírus divulgado pela prefeitura na sexta-feira (09), a cidade contabilizou 42.194 casos confirmados da doença e 721 óbiros. A taxa de ocupação das UTIs está em 92%, enquanto as enfermarias encontram-se 66% ocupadas.

Danielle Moura Formaggio
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dez + dezessete =