Em 30 dias, Secretaria de Saúde registra 961 novos casos de dengue

Até 11 de fevereiro eram 216 casos. No total, até 12 de março eram 1177 casos. Novo boletim sai amanhã. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

Dados da Vigilância Epidemiológica informam que de 1º de janeiro a 12 de março, Piracicaba registrou 1.177 casos de dengue. A ‘explosão’ de confirmações se deu nos últimos 30 dias, quando a cidade registrou 961 novos casos da doença. Até 11 de fevereiro haviam 216 registros. Nenhuma pessoa morreu. Os números até 12 de março assustam se comparados ao mesmo período 2019 quando foram 134 casos e, em 2020, 515 casos. Nova atualização dos dados deve ser divulgada amanhã (19).

Diante da situação, a Secretaria Municipal de Saúde e o PMCA (Plano Municipal de Combate ao Aedes), realiza hoje (15), a partir das 8h30, nas avenidas Rio das Pedras e Dois Córregos, passeata de conscientização sobre combate à dengue.

O objetivo é conscientizar a população sobre a necessidade e importância de impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica, chikungunya e febre amarela urbana. Neste mês de março, a ação será realizada em outros corredores comerciais da cidade.

Desde o início do ano o município tem registrado aumento dos casos da doença e os dados preocupam a Administração, que trabalha na prevenção da doença, com ações como os mutirões e arrastões em todas as regiões da cidade.

PASSEATA

A passeata reunirá agentes comunitários de saúde e terá apoio da Guarda Civil e da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), que acompanharão todo o percurso.

O coordenador do PMCA, Sebastião Amaral Campos, o Tom, ressalta que este contato mais próximo com a população, em locais de grande fluxo de pessoas, permite tornar a mensagem mais ágil. “É importante estarmos sempre insistindo nas informações relativas à prevenção da doença, para que a população não se esqueça de que o controle e prevenção do Aedes também depende dela”, observa Tom.

Medidas simples no dia a dia, como manter os pratos de vasos de flores e plantas com areia até a borda do vaso, manter os quintais limpos e não jogar lixo em terrenos baldios, guardar garrafas com a boca virada para baixo, colocar o lixo sempre em sacos fechados e manter baldes e caixa d´água devidamente tampados e piscinas com cloro, podem evitar a proliferação do mosquito.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

1 × 3 =